UAI

2

Praia despacha o Pinheiros em Uberlândia e vai às semifinais da Superliga

Com apoio da torcida, time mineiro se impõe com facilidade e fecha a série em outra vitória por 3 sets a 0

28/03/2022 21:06 / atualizado em 28/03/2022 23:30
compartilhe
Em casa, Praia Clube despachou o Pinheiros com novo 3 a 0 e se garantiu nas semifinais
foto: Eliezer Esportes/Praia Clube

Em casa, Praia Clube despachou o Pinheiros com novo 3 a 0 e se garantiu nas semifinais


O Praia Clube confirmou o favoritismo, voltou a vencer o Pinheiros, desta vez em Uberlândia, e se classificou para as semifinais da Superliga Feminina. O time mineiro despachou as paulistas com triunfo por 3 sets a 0, nesta segunda-feira, na Arena Praia, e fechou a série das quartas de final. As parciais foram de 25/21, 25/16 e 25/16. 

Melhor time da fase de classificação, o Praia se impôs diante do Pinheiros, o oitavo, e liquidou a fatura com duas vitórias na série melhor de três das quartas de final. No primeiro jogo, em São Paulo - o clube mineiro optou por começar a disputa fora de casa -, as aurinegras fizeram 3 a 0, na sexta-feira passada, com um pouco mais de dificuldade: um triplo 25/21.

Nas semifinais, o Praia enfrentará o vencedor de Osasco x Flamengo. O time paulista fez 1 a 0 nos playoffs das quartas de final, em casa, mas o rubro-negro deu o troco no Rio de Janeiro, pelo mesmo placar, e igualou a série. A equipe de Uberlândia, que nesta temporada já faturou o Sul-Americano de Clubes, a Supercopa e o Mineiro, busca o segundo título da Superliga Feminina. 

O JOGO

O Praia começou a partida um pouco sonolento, errou muito e deu brecha para o Pinheiros ficar na frente, com 8 a 6. Depois de viradas de bola e equilíbrio, as mineiras melhoraram o ritmo de jogo e a defesa, viraram para 19 a 17 e não perderam mais a dianteira. Com a ponteira holandesa Anne Buijs, as aurinegras fizeram 25 a 21 e saíram em vantagem. 

O segundo e o terceiro sets foram de amplo domínio do Praia. As mineiras pressionaram muito as adversárias na rede, com a central Carol brilhando no bloqueio. Anne Buijs, inspirada, seguiu virando as bolas e o placar foi elástico nas duas parciais. De volta ao time após lesão no ombro, a oposta dominicana Brayelin foi importante na saída de rede, enquanto a levantadora Claudinha mostrou qualidade na distribuição e visão de quadra com pontos em bolas de segunda. Com duplo 25 a 16, as anfitriãs fecharam em 3 a 0. 

Brayelin Martínez terminou como a principal pontuadora, com 14 bolas certeiras. Ela foi seguida pela holandesa Anne Buijs, com 12. As centrais Carol e Jineiry Martínez também pontuaram bem, com nove e oito marcações, respectivamente. As duas foram efetivas no bloqueio: a dominicana marcou quatro vezes, enquanto a companheira teve três êxitos nos blocks. Pelo Pinheiros, a oposta/ponteira Edinara e a meio de rede Larissa fecharam a partida com dez pontos cada uma. 

Eleita a melhor em quadra, Claudinha recebeu o Troféu VivaVôlei e destacou a classificação com dois triunfos, mas ainda vê o time em condição de evoluir ainda mais nas semifinais. "No primeiro jogo nós ganhamos por 3 a 0, mas não gostamos da atuação. Sabíamos que o Pinheiros colocaria um ritmo forte no saque, mas conseguimos impor o nosso ritmo. A vitória é sempre o mais importante, mas temos que pensar sempre na evolução da equipe", enfatizou. 

O Praia Clube terá descanso até esta quarta-feira, quando retornará às atividades, já iniciando a preparação visando aos duelos pelas semifinais. A CBV aguarda o desfecho das quartas de final para divulgar a tabela com as datas e os horários da próxima fase. 

Compartilhe