UAI

2

Minas estreia com vitória fácil no Sul-Americano de Clubes em Uberlândia

Com time mesclado, minas-tenistas derrotam o Boston College, do Chile, sem dificuldade, e encaram o Sesi Bauru neste sábado, às 21h

06/05/2022 19:49 / atualizado em 06/05/2022 21:33
compartilhe
Kisy ataca na saída de rede: Minas teve estreia tranquila e usou time mesclado
foto: Eliezer Esportes/Praia Clube

Kisy ataca na saída de rede: Minas teve estreia tranquila e usou time mesclado


Um dos favoritos ao título, o Minas começou de forma tranquila a campanha no Sul-Americano Feminino de Clubes, em Uberlândia. O time de BH derrotou o Boston College, do Chile, por 3 sets a 0, na abertura do torneio, nesta sexta-feira, na Arena Dentil. As parciais foram de 25/13, 25/13 e 25/18.

O Minas volta à quadra neste sábado, diante do Sesi Bauru, às 21h, pelo Grupo B. Em caso de triunfo, as minas-tenistas garantirão presença nas semifinais. O time paulista, que disputa o Sul-Americano como campeão da Copa Brasil - em cima do MTC -, estreará na competição. 

O Boston College folgará neste sábado e volta a jogar no domingo, contra o Sesi Bauru, às 16h30. As partidas da fase de grupos são transmitidas no canal da Confederação Sul-Americana de Vôlei (CSV) no YouTube

Diante da tranquilidade do jogo, o técnico do Minas, Nicola Negro, aproveitou para testar jogadoras e dar descanso a titulares que tiveram desgastante temporada, com a conquista da Superliga, no mês passado. As centrais Thaísa e Carol Gattaz foram poupadas, o mesmo ocorrendo com a ponteira turca Neri Ozsoy. 

As substitutas, Júlia Kudiess, Rebeca e Priscila Souza ganharam chance e aproveitaram para mostrar serviço. A novidade foi a oposta Sabrina, contratada ao Flamengo depois da Superliga. Ela substituiu no grupo a norte-americana Dani Cuttino, que retornou aos EUA para se recuperar de lesão, entrou no decorrer do primeiro e segundo sets e começou no terceiro.

Ponteira Priscila Souza (16) aproveitou a chance com descanso de Neri Ozsoy
foto: Eliezer Esportes/Praia Clube

Ponteira Priscila Souza (16) aproveitou a chance com descanso de Neri Ozsoy



Depois de dominar o primeiro set e fechar em 25 a 13, o Minas, com ataque de Pri Souza, fez 25 a 12 no segundo, em menos de 20min. O time chileno abusou dos erros de ataque e mostrou certa inocência em quadra nos passes e jogadas ofensivas.

O terceiro set teve um 'cochilo' do Minas no início, quando as chilenas abriram 4 a 1. Mas as mineiras reagiram, empataram e viraram em boa sequência de Rebeca no saque. A partir daí, o MTC encaminhou o triunfo, com 13 a 8 até o pedido de tempo, e 22 a 16 em seguida. Em saque da levantadora reserva Pri Heldes, bloqueio duplo minas-tenista deu números finais ao jogo: 25 a 18, 3 a 0. 

O Minas foi tricampeão do Sul-Americano de forma consecutiva, em 2018, 2019 e 2020, e no ano passado deixou escapar o tetra ao ser batido na final pelo Praia, no Distrito Federal. O vencedor da competição continental garantirá presença na próxima edição do Mundial de Clubes. 

Jogos do Sul-Americano


Sexta-feira (6/5)


Minas 3 x 0 Boston College (CHI)
Praia Clube 3 x 0 San Martin (BOL)

Sábado (7/5)


19h: Praia Clube x Regatas Lima (PER)
21h: Minas x Sesi Bauru

Domingo (8/5)


16h30: Sesi Bauru x Boston College (CHI)
18h30: San Martin (BOL) x Regatas Lima (PER)

Segunda-feira (9/5)


16h30 - semifinal 1 (1º Grupo B x 2º Grupo A) 
18h30 - semifinal 2 (1º Grupo A x 2º Grupo B) 

Terça-feira (10/5)


16h30 - Disputa do bronze
18h30 - Decisão do título

Compartilhe