Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro informa redução de mais de R$ 200 milhões de sua dívida

Clube fez acordos para parcelar débitos com Fred e Fazenda Nacional

postado em 26/11/2020 20:00 / atualizado em 26/11/2020 21:22

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
O Cruzeiro informou ter reduzido mais de R$ 200 milhões de sua dívida após celebrar acordos com o atacante Fred, há uma semana, e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, no dia 23 de outubro. Com isso, estima-se que o débito do clube, anteriormente calculado em cerca de R$ 950 milhões, esteja abaixo de R$ 750 milhões.

No processo de Fred, a Raposa pagará R$ 25 milhões a partir de 15 de janeiro de 2022 - R$ 24,4 milhões serão parcelados em 61 vezes de R$ 400 mil, e R$ 600 mil, referentes ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, em 12. Houve, portanto, uma “economia” de R$ 53 milhões, visto que os pedidos preliminares do jogador giravam em torno de R$ 78 milhões.

Em relação à Fazenda Nacional, a diretoria celeste diminuiu o passivo de R$ 334,1 milhões para R$ 178,4 milhões - 45,59%, além de suspender 33 processos e recursos judiciais de bloqueios de receitas. A dívida com a União poderá ser quitada em 145 vezes (12 anos), sendo que nos primeiros 12 meses serão faturadas prestações mensais de R$ 350 mil. Após o período, os valores aumentarão progressivamente.

Nos próximos meses, o Cruzeiro espera fechar também o Ato Trabalhista, que consiste em juntar todas as pendências discutidas na Justiça com ex-jogadores e funcionários e fixar um valor mensal dentro das possibilidades da instituição. No balanço financeiro de janeiro a maio de 2020 havia sido registrada uma perda provável de R$ 90,4 milhões.

O ano de 2020 ainda ficou marcado pelo encerramento de vários processos na Fifa, entre os quais do técnico Paulo Bento e de seus auxiliares, do zagueiro Kunty Caicedo e dos atacantes Pedro Rocha, Rafael SobisWillian e Ramón Ábila. As quantias somadas superam R$ 40 milhões (veja o detalhamento de cada caso na galeria de fotos abaixo).



A GALERIA NÃO ABRIU PARA VOCÊ? CLIQUE AQUI!

Tags: Cruzeiro dívidas serieb Justiça União Fifa interiormg futnacional Fazenda Nacional