Cruzeiro deixa Arena do Jacaré e mandará jogos na Série B no Independência

Raposa enfrentará o CSA pela 26ª rodada no estádio do Horto

17/09/2021 20:36 / atualizado em 18/09/2021 08:39
compartilhe
Mais de 5 mil pessoas compareceram à Arena do Jacaré no empate do Cruzeiro com o Operário
foto: Ramon Lisboa/EM D.A Press

Mais de 5 mil pessoas compareceram à Arena do Jacaré no empate do Cruzeiro com o Operário


O Cruzeiro confirmou o pedido à Confederação Brasileira de Futebol para marcar o jogo contra o CSA para o estádio Independência. As equipes se enfrentam no domingo, 26 de setembro, às 16h, pela 26ª rodada da Série B.

Em comunicado, a Raposa agradeceu à prefeitura de Sete Lagoas, ao Democrata FC e à empresa de aplicativo de ônibus Buser por viabilizarem a revitalização da Arena do Jacaré, palco da vitória sobre a Ponte Preta (1 a 0) e do empate com o Operário (1 a 1).

“Em virtude da portaria publicada no dia 14 de setembro de 2021 pela Prefeitura de Belo Horizonte, autorizando o retorno do público e a venda de alimentos e bebidas nos estádios da cidade, solicitamos junto à CBF a mudança da partida contra o CSA, válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, marcada para o dia 26 de setembro,  para a Arena Independência”.

“Aproveitamos para agradecer imensamente à Buser, que viabilizou a operação dos eventos, à Prefeitura de Sete Lagoas, na pessoa do prefeito Duílio de Castro, e ao Democrata Futebol Clube pela receptividade, profissionalismo e parceria para que as partidas contra Ponte Preta e Operário ocorressem na Arena Buser, que continuará recebendo as nossas equipes de categorias de base”.

Responsável pela gestão da Arena do Jacaré, o Democrata enalteceu o time da capital pelo auxílio na reestruturação do estádio. “Até breve, Cruzeiro! Nossa Arena do Jacaré, certamente, está bem melhor hoje do que há 20 dias. Obrigado e contem sempre conosco!”, escreveu no Twitter.


Dois motivos pesaram na opção do Cruzeiro pelo Independência: a condição de gramado melhor que a da Arena do Jacaré e o custo operacional inferior ao do Mineirão. No Horto, o clube espera encontrar uma espécie de equilíbrio técnico e financeiro. 

Em respeito ao protocolo de prevenção à COVID-19 elaborado por autoridades sanitárias de Belo Horizonte, a previsão de público é de quase 7 mil torcedores - 30% da capacidade de 23 mil. Em breve serão divulgadas a logística da venda de ingressos e as orientações a quem comparecer ao estádio.

O Cruzeiro jogou duas partidas no Independência nesta Série B, ambas de arquibancadas vazias: 2 a 2 com o Vitória, pela 17ª rodada, e 1 a 1 com o Sampaio Corrêa, na 18ª.

Giovanni marcou um dos gols no empate por 2 a 2 com o Vitória
foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Giovanni marcou um dos gols no empate por 2 a 2 com o Vitória



Já com o apoio do público, a Raposa ganhou do Confiança, no Mineirão (1 a 0), e da Ponte Preta, na Arena do Jacaré (1 a 0), além de empatar com o Operário (1 a 1), também em Sete Lagoas.

Antes de voltar a Belo Horizonte, o time treinado por Vanderlei Luxemburgo viaja ao Rio de Janeiro, onde pegará o Vasco, às 16h deste domingo, em São Januário, pela 25ª rodada.

O Cruzeiro soma 30 pontos na Série B, 11 a menos que o 4º colocado CRB. De acordo com o Departamento de Matemática da UFMG, a chance de acesso à Série A neste momento é de 1,5%.

Cruzeiro 1 x 1 Operário: torcida celeste vai da euforia à decepção


Compartilhe