UAI


Abel admite erros, mas crava Palmeiras na briga pelo título do Brasileirão

Técnico saiu frustrado do gramado do Allianz Parque, após a derrota por 3 a 1 para o Flamengo

13/09/2021 09:07
compartilhe
Palmeiras segue na vice-liderança, com 35 pontos, sete a menos que o líder Atlético e um a mais que o Flamengo, terceiro colocado
foto: Cesar Greco/Palmeiras

Palmeiras segue na vice-liderança, com 35 pontos, sete a menos que o líder Atlético e um a mais que o Flamengo, terceiro colocado

O Palmeiras vive um momento de oscilação no Brasileirão desde que empatou com o São Paulo por 1 a 1, no final de julho. Depois do clássico, o time venceu apenas um jogo na competição nacional e perdeu quatro, o último deles para o Flamengo, no domingo, mas a sequência ruim não desanima o técnico Abel Ferreira, que sabe que ainda há tempo para se recuperar, pois o segundo turno acabou de começar, e confia no elenco para continuar brigando pelo título.

O treinador saiu frustrado do gramado do Allianz Parque, após a derrota por 3 a 1 para o Flamengo, e apontou uma série de erros, com destaque para o primeiro gol flamenguista, marcado dois minutos após o Palmeiras abrir o placar. Ainda assim, manteve o discurso otimista ao falar sobre o futuro, até porque o time segue na vice-liderança, com 35 pontos, sete a menos que o líder Atlético e um a mais que o Flamengo, terceiro colocado.

"Vamos olhar para os erros que cometemos, há muita margem para nós continuarmos a crescer, individualmente e coletivamente. Estamos a sete pontos do líder, isso é uma maratona, e nossas ambições, os nossos objetivos são exatamente os mesmos no Brasileirão: vamos lutar pelo título, com mais dificuldade ou com menos dificuldades", avaliou o comandante palmeirense.

Um dos motivos para o otimismo de Abel é o fato de o Palmeiras estar vivendo um momento com tempo livre para treinar e condicionar os atletas. Contra o Flamengo, o treinador não teve nenhum desfalque além do lateral Jorge, que ainda está recuperando a forma física e sequer estreou com a camisa alviverde. "Na parte física, vocês não viram nenhum jogador com cãibras, estávamos muito preparados", comemorou o técnico.

Depois de ficar duas semanas sem jogar, já que a partida contra o Ceará foi adiada por causa das Eliminatórias da Copa do Mundo, a equipe terá uma semana livre antes de enfrentar a Chapecoense no próximo sábado, pela 21ª rodada do Brasileirão, na Arena Condá.

Depois do jogo contra a equipe catarinense, no entanto, o time palmeirense já entra em mais uma maratona com jogos no meio de semana, a mais importante até agora. O primeiro jogo contra o Atlético, pelas semifinais da Copa Libertadores, está marcado para o dia 21 de setembro, no Allianz Parque.

Compartilhe