Copa América

COPA AMÉRICA

Aqui está tudo o que vimos do treino 'fechado' da Argentina no Independência

Seleção de Messi, Agüero e companhia trabalhou sem a presença da imprensa na manhã desta segunda-feira, no Horto

postado em 17/06/2019 17:11 / atualizado em 17/06/2019 19:14

<i>(Foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)</i>

Foi pouco, mas conseguimos acompanhar o treinamento “fechado” da Seleção Argentina nesta segunda-feira em Belo Horizonte. O local escolhido para a atividade dos comandados do técnico Lionel Scaloni foi o Independência.

O Superesportes, com auxílio das lentes do repórter fotográfico Gladyston Rodrigues, conseguiu observar parte do treino de Messi, Agüero e companhia.

A seguir, saiba tudo o que vimos do trabalho da Seleção Argentina, que enfrenta o Paraguai nesta quarta-feira, às 21h30, no Mineirão, pela segunda rodada do Grupo B da Copa América.

Sigilo


O dia da Argentina começou com um rápido e distante contato com fãs em um hotel na Região Centro-Sul de BH. Dezenas de torcedores se aglomeraram no local, mas não conseguiram chegar perto dos ídolos, protegidos por forte policiamento. Em mau momento - agravado após derrota por 2 a 0 para a Colômbia na estreia da Copa América -, a seleção se blinda e busca privacidade.

Essa tentativa de manter os jogadores isolados seguiu no treinamento. Apesar de os portões do Independência estarem fechados, jornalistas do Brasil e do exterior conseguiram observar parte da atividade ao se posicionarem em casas vizinhas ao estádio. Outra tática utilizada pelos repórteres foi a de observar o treino por meio de frestas no portão do estádio.

Longa conversa e treino



O técnico Lionel Scaloni chamou os jogadores para uma conversa no gramado, que durou cerca de dez minutos. Comandante interino da Seleção Argentina, o ex-lateral-direito tenta encontrar soluções para o desempenho irregular do time. Existe a expectativa pela possível substituição de Di María por De Paul na equipe titular.

Não foi possível, porém, detectar se Scaloni montou o time na atividade desta segunda. Como de praxe, o trabalho começou com longas atividades de alongamento e aquecimento. Desde o início, jovens das categorias de base auxiliaram os profissionais no gramado do Independência.

Depois do aquecimento, os jogadores participaram dos “rondos” - atividade semelhante, mas bem mais intensa, às “rodas de bobinho”. Em seguida, titulares como Messi e Agüero apareceram na parte do gramado que pôde ser observado pela reportagem.

Nesse momento, o técnico Lionel Scaloni preparou uma atividade de troca de passes que culminava nos lados do campo. Pela esquerda, Messi recebia a bola e fazia cruzamentos e lançamentos. Na reta final da atividade, jogadores fizeram uma leve corrida de um extremo ao outro do campo.

Fim de treino



A atividade comandada por Scaloni foi leve. Assim que o treino acabou, os jogadores partiram para o vestiário utilizado comumente pelo time mandante nos jogos do Independência. De lá, partiram para o ônibus. Messi, que pouco teve contato com torcedores em BH, foi tietado pelo motorista, que conseguiu uma selfie.

Em seguida, todos partiram rumo ao hotel em que estão hospedados. Na saída do Independência, crianças comemoraram a possibilidade de estar a poucos metros dos ídolos. Vidros bastante escuros, entretanto, dificultaram a tentativa de acenar para Leo Messi.

Próxima atividade


A Argentina volta aos treinos na manhã desta terça-feira, às 11h, na Cidade do Galo. A imprensa poderá registrar imagens por 15 minutos. Messi e companhia podem voltar a BH na semifinal da Copa América, marcada para o dia 2 de julho, uma terça-feira, às 21h30, no Mineirão.

Tags: copaamerica futinternacional independencia