UAI

2

América será julgado no STJD e pode perder 10 mandos de campo; entenda

Coelho responderá por sinalizadores acesos pela torcida e por atrasar o andamento da partida contra o São Paulo, pela 38ª rodada do Brasileiro 2021

21/01/2022 17:52
compartilhe
Independência recebendo o duelo entre América e São Paulo, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro
foto: Mourão Panda / América

Independência recebendo o duelo entre América e São Paulo, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro


O América será julgado na terça-feira (25) pela Segunda Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por sinalizadores acesos pela torcida e por atrasar o andamento da partida contra o São Paulo, no Independência, em Belo Horizonte, pela 38ª da Série A do Campeonato Brasileiro 2021. 


O América foi enquadrado pela Procuradoria duas vezes no artigo 191, do CBJD. Foi considerado que o clube desrespeitou o devido regulamento, por "deixar de cumprir ou dificultar o cumprimento de obrigação legal, de regulamento, geral ou especial, de competição".

De acordo com a súmula da partida, os jogadores americanos atrasaram a entrada em campo por três minutos. 

Devido ao grau decisivo da última rodada do Brasileirão, todos os jogos foram disputados simultaneamente, começando às 21h30.

Além disso, por causa dos sinalizadores, o Coelho terá de responder por "desordens em sua praça de desporto", de acordo com o primeiro parágrafo do artigo 213 do CBJD. Tal denúncia pode gerar punição de R$ 100 a R$ 100 mil ou até mesmo a perda de 10 mandos de campo.

Durante a partida, os sinalizadores foram acessos em dois momentos do segundo tempo: entre 18min e 21min e entre 43min e 44min. Matheus Cavichioli e Juninho, jogadores do Coelho, pediram para que os objetos fossem apagados pelos torcedores.

O confronto com o São Paulo foi um dos mais marcantes da história do América. A equipe alviverde venceu por 2 a 0, com dois gols de Ademir, e garantiu vaga para a Copa Libertadores pela primeira vez em sua história.

Veja todas as contratações dos times da Série A para 2022


Compartilhe