Basquete

MINAS

Diretor de basquete do Minas aguarda acerto de patrocínios para planejar próxima temporada

Dirigente também falou sobre a possibilidade da permanência de Leandrinho

postado em 08/05/2019 14:09 / atualizado em 08/05/2019 16:41

<i>(Foto: Orlando Bento/Minas)</i>
Após eliminação nas oitavas de final do NBB, em 8 de abril deste ano, o time de basquete do Minas entrou de férias. Entretanto, o trabalho nos bastidores do clube já começaram. O diretor da modalidade do clube da Rua da Bahia, Alexandre Cunha, falou com o Superesportes a respeito da permanência de algumas peças (principalmente do ala-armador Leandrinho) e até da chegada de novas.

Alexandre deixou claro que todos os atletas da temporada 2018/2019 têm contrato até 31 de maio deste ano, assim como os patrocinadores da equipe. O diretor esclareceu que, primeiramente, acertará as condições com alguns patrocinadores para, depois, tratar com comissão técnica e jogadores.

“Temos contrato com todos da temporada 2018/2019 até 31 de maio deste ano. Aí temos que ver as questões de patrocínio, que também vencem ao fim de maio. Então, sentando com os patrocinadores e fornecedores, é que poderemos ter uma noção mais clara do que podemos fazer. Acredito que em torno de 15 dias tenhamos algo em mãos para dar início às movimentações”, disse o diretor. Life Fitness (máster), CVC, Decisão Engenharia e UniBH foram as patrocinadoras na última temporada. A KL Sports foi a fornecedora de material esportivo.

A situação do ala-armador Leandrinho é a que causa maior apreensão, pelo quilate do atleta - campeão da NBA, em 2015, e figura constante na Seleção Brasileira. O experiente jogador, de 36 anos, chegou a sinalizar que deseja seguir no clube mineiro. O diretor se diz esperançoso com a renovação, mesmo sabendo que terá concorrência.

“Já tivemos algumas conversas com o Leandro, e ele disse que nunca foi tão feliz, enquanto bem-estar, como foi aqui nesse ainda curto período pelo Minas. Ele gostou da estrutura, tudo que ele precisou teve à disposição. Estamos muito esperançosos, e os patrocinadores ficaram felizes com a expansão que tivemos depois da chegada do Leandrinho. Vamos aguardar para ver, pois a concorrência sempre é forte”, comentou.

<i>(Foto: Orlando Bento/Minas)</i>
Leandrinho, que deve ser convocado para a disputa da Copa do Mundo, disputada entre 31 de agosto e 15 de setembro deste ano, na China, está em São Paulo. Na capital paulista, ele vem realizando uma preparação física individual junto de outros atletas, como o pivô Lucas Bebê Nogueira - com passagem pelo Toronto Raptors - e até o zagueiro Felipe Santana - zagueiro ex-Atlético. Alexandre Cunha disse que esse tipo de atividade é comum no período de férias.

“Quando acabou a temporada para a gente, o jurídico nos alertou para não disponibilizarmos profissionais para cuidar dos atletas. Deixamos toda a estrutura para eles, e eles podem utilizá-la até o fim do contrato. Isso porque, caso haja alguma lesão do jogador, ficamos presos a ele. E é comum que o atleta entre de férias e, até a definição das coisas, realize uma preparação individual. Se tratando do Leandro, ele ainda tem o Mundial pela frente e está se preparando em São Paulo. Não vemos isso com um olhar ruim, isso é comum. É ótimo ele estar se preparando”, disse.

Restante do elenco

<i>(Foto: Orlando Bento/Minas)</i>
O técnico Flávio Espiga é outra peça que o Minas vê com bons olhos. O treinador pode ir para o terceiro ano seguido à frente da equipe e já declarou, ao Superesportes, que deseja seguir em BH. Sobre a renovação dos demais atletas, Alexandre adota cautela, mas admite que alguns jogadores de destaque (como Gegê, Dominique Coleman e Wesley) agradam em um primeiro momento.

“Dizemos para alguns atletas que queríamos a preferência na renovação. Agora existem agentes oferecendo atletas de equipes que estão ainda em disputa no NBB. Já temos algumas preferências naturais de renovação, principalmente com aqueles que se destacaram aqui”, comentou.

Análise da temporada

Alexandre admitiu que a temporada 2018/2019 teve um resultado abaixo do esperado. Nesse período, o Minas participou de quatro competições: Campeonato Mineiro, Liga Sul-Americana, Copa Super 8 e NBB. A equipe foi campeã do Estadual; caiu na fase semifinal do torneio continental; saiu nas quartas de final da copa nacional e nas oitavas do NBB. O time de Espiga somou 17 vitórias e 21 derrotas, sem contar os amistosos.

“Não esperávamos terminar como terminou, de fato. Tivemos algumas derrotas duras, queríamos ter uma colocação igual ou melhor no NBB do que conseguimos na temporada 2017/2018, que foi muito boa para a gente”, finalizou.

Na temporada 2019/2020, a participação do Minas no NBB está confirmada. A equipe ainda pode disputar o Campeonato Mineiro (a ser confirmada pela Federação Mineira de Baskteball - FMB) e a Copa Super 8 - caso termine o primeiro turno do NBB entre os oito melhores. O grupo deve começar a se reapresentar em meados de setembro deste ano.

Elenco do Minas na temporada 2018/2019:

Armadores: Gegê, Augusto Cabral e Lucas Lima

Ala-armadores: Leandrinho, Jefferson Campos e Gui Carvalho

Alas: Dominique Coleman, Sam Daniel e Che Bob

Alas-pivôs: Wesley e Marcos Cunha

Pivôs: Leozão e Alexandre Paranhos

Tags: basquete minas