Basquete

NBA

Atletas da NBA vão receber 'anéis inteligentes' que podem prever início da COVID-19

Dispositivo será de uso opcional por parte dos jogadores

postado em 19/06/2020 17:38

(Foto: Reprodução/Twitter)


O uso opcional por parte dos jogadores de um anel inteligente, capaz de detectar os sintomas da COVID-19, está incluído no plano da NBA de reiniciar a temporada 2019-2020 no Walt Disney World, em Orlando, na Flórida, a partir de 30 de julho.

Os anéis, chamados de Oura Ring, registram permanentemente a frequência cardíaca e respiratória, calorias queimadas, a temperatura corporal e os diferentes níveis de profundidade do sono. Todos os dados captados são apresentados na aplicação no smartphone, em gráficos fáceis de interpretar.

De acordo com o novo protocolo de saúde e segurança da NBA para a retomada das partidas, os jogadores receberão várias peças de equipamentos de tecnologia para serem utilizados enquanto estiverem na "bolha" da Disney.

Os anéis podem prever que os jogadores começaram a sentir sintomas relacionados à COVID-19 com até três dias de antecedência. Os atletas também terão acesso total aos dados coletados, que serão estudados por cientistas da Universidade de Michigan para monitorar os sintomas.

O valor dos anéis varia de US$ 299 a US$ 399 e podem ser encontrados no site oficial da "Oura Ring", em vários modelos, com as cores dos times que disputam a NBA.

Além dos "anéis inteligentes", alarmes sociais de distanciamento poderão disparar se os jogadores ficarem muito próximos uns dos outros por muito tempo.

Tags: nba