Ben Simmons pede dispensa e não defenderá a Austrália em Tóquio-2020

Astro do Philadelphia 76ers quer evoluir como jogador

29/06/2021 10:48
compartilhe
Armador é muito criticado pelo comportamento ofensivo, já que pouco tenta arremessos
foto: Jesse D. Garrabrant / NBAE / via AFP

Armador é muito criticado pelo comportamento ofensivo, já que pouco tenta arremessos

A Austrália terá um importante desfalque para o torneio de basquete dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Astro do Philadelphia 76ers, o armador Ben Simmons pediu dispensa da seleção australiana e foi atendido pelo técnico Brian Goorjian.

O treinador explicou que o jogador de 24 anos não se sente confortável neste momento e quer usar o período de férias da NBA para trabalhar no sentido de melhorar o seu jogo. Simmons foi bastante criticado pelo desempenho na série contra o Atlanta Hawks, quando o Philadelphia foi eliminado nos playoffs da Conferência Leste.

"Ele está passando por momento difícil e sei que ele queria participar das Olimpíadas, mas o momento não se encaixou. Conversei com Ben e, ao mesmo tempo que nós queríamos sua presença no time, entendemos e apoiamos sua decisão. Ele deixou bem claro que quer fazer parte da seleção no futuro", afirmou o técnico.

Brian Goorjian explicou que Ben Simmons quer evoluir como jogador, principalmente no ataque. Exímio defensor, o armador é muito criticado pelo comportamento ofensivo, que facilita o trabalho de marcação dos adversários, já que dificilmente ele arrisca um arremesso. "A melhor coisa para todos é que ele continue desenvolvendo suas habilidades. Ele quer melhorar em alguns aspectos para sua próxima temporada na NBA", explicou.

Melhor equipe da Conferência Leste, o Philadelphia 76ers foi eliminado pelo Atlanta Hawks e, com isso, deve realizar uma reformulação na equipe. Há uma grande chance de Ben Simmons ser envolvido em alguma troca. O Golden State Warriors tem interesse no australiano.

Sem o astro, a Austrália continua sua preparação em Las Vegas. A seleção está no Grupo B em Tóquio, ao lado da Nigéria. Os outros dois integrantes serão definidos pelo Pré-Olímpico de Belgrado e de Split. Este segundo com participação do Brasil.


Compartilhe