Foto tirada em MG motivou Pigossi e Stefani rumo ao bronze heroico no tênis

Tenistas surpreendem e conquistam histórico bronze nas duplas femininas - a primeira medalha da história do Brasil na modalidade em Olimpíada

31/07/2021 07:30 / atualizado em 31/07/2021 22:18
compartilhe
Luisa Stefani e Laura Pigossi tiveram inspiração em Minas para alcançar o feito histórico
foto: Rafael Bello/COB

Luisa Stefani e Laura Pigossi tiveram inspiração em Minas para alcançar o feito histórico


Luisa Stefani e Laura Pigossi não conseguem disfarçar: estão vivendo um sonho. Por vezes, até elas mesmas duvidavam que poderiam chegar tão longe nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Mas chegaram. Na madrugada deste sábado (tarde no Japão), a dupla derrotou as russas Veronika Kudermetova e Elena Vesnina por 2 sets a 1 e conquistou o bronze - a primeira medalha olímpica do Brasil na história da modalidade.


"Ainda não caiu a ficha. O sentimento... Eu não tenho palavras ainda para explicar. Não consigo acreditar que a gente tem uma medalha olímpica", disse Laura, que não parava de sorrir durante a entrevista coletiva após o heroico resultado no Ariake Tennis Park. As brasileiras - que foram convocadas de surpresa para a competição oito dias antes do início dos Jogos - reverteram quatro match points para conseguir chegar ao pódio.

Para as paulistas, o fator mental foi decisivo. Quase tudo conspirava contra a dupla brasileira. Sem o tempo necessário para preparação, Luisa e Laura esqueceram as críticas e focaram totalmente no jogo.

"O nível a gente tem, só trouxemos a energia, a confiança, o acreditar a cada ponto. Foi o que nos trouxe até aqui. Tinha muita gente pensando que a gente não ia chegar tão longe. Tenho a confiança mais reservada, mais interna, mas o tanto que a Laura trouxe para esse time, confiou e acreditou, chamou a responsabilidade para ela", agradeceu Luisa.


Inspiração de Minas

Laura foi o ponto de equilíbrio para a dupla. Tecnicamente, fez um jogo histórico neste sábado. Mas, mais do que isso, impulsionou a companheira nos momentos difíceis, especialmente na reta final, quando as russas tiveram seguidas oportunidades para fechar a partida. E a inspiração veio de Minas.

"Eu estava até falando para a Lu que uma foto que realmente mexeu comigo foi uma que me enviaram, acho que de Minas, com todo o pessoal que joga tênis, do treinamento, vendo nosso jogo, torcendo para a gente. Isso me fez lembrar de quando eu tinha 12 anos vendo o Guga jogar na TV. Isso realmente mexeu comigo e me fez ver como é jogar por um Brasil inteiro, como é representar uma nação. Realmente me emocionou ver essa imagem", revelou.

Com os nervos no lugar e a sensação de dever cumprido, as duas só querem aproveitar. "É comemorar agora, o resto a gente vê depois. É sentir, comemorar agora com o Time Brasil. Os próximos passos a gente vai ver. Isso é muito novo, é muito louco, é surreal. É aproveitar o momento agora e o resto eu aviso quando a gente souber", disse Luisa.

"Por enquanto a gente não tem nenhum plano", respondeu Laura. "O plano é aproveitar o momento", completou Luisa. Que aproveitem.
 

Fotos: todas as medalhas do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio

 

Compartilhe