América perde gols no fim, empata com o São Paulo e deixa o Z4 da Série A

Partida no Morumbi teve muitas faltas e chances desperdiçadas na reta final; resultado, no entanto, faz o Coelho 'respirar' fora da zona de rebaixamento

22/09/2021 22:27 / atualizado em 22/09/2021 22:38
compartilhe
São Paulo e América empataram em 0 a 0 no Morumbi, em São Paulo, nesta quarta-feira (22)
foto: João Zebral/América

São Paulo e América empataram em 0 a 0 no Morumbi, em São Paulo, nesta quarta-feira (22)


Em jogo adiado da 19ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, São Paulo e América protagonizaram um confronto truncado no Morumbi, na capital paulista. Com muitas disputas físicas no meio-campo e gols perdidos no fim , o duelo terminou empatado em 0 a 0. Com o resultado, o Coelho foi aos 23 pontos, alcançou a 16ª posição e deixou o Z4 - ainda que provisoriamente, já que o Grêmio (18°) tem dois jogos a menos.

O placar final, no entanto, manteve um tabu amargo para o clube mineiro. Desde 2016, o América não vence o São Paulo - naquele 1 a 0 pelo Brasileirão que, inclusive, marcou a única vitória do Coelho em todo o histórico de confrontos contra o Tricolor.

O próximo compromisso do América no Campeonato Brasileiro ocorrerá no domingo (26), às 11h, diante do Flamengo. Em confronto da 22ª rodada, o Coelho receberá o 3° colocado no Estádio Independência, em Belo Horizonte.


O jogo


O América iniciou o confronto a todo vapor, buscando encurralar a saída de bola do São Paulo com a pressão de seus quatro atacantes. Com a posse, o Coelho procurava bastante a velocidade de Ademir pela direita. O jogador contava com as aproximações de Zárate e Juninho para gerar tabelas e soluções ofensivas.

Aos 8min, a primeira boa chance: após inversão de Ademir, Felipe Azevedo dominou bem, cortou para o meio e fuzilou de média distância. Tiago Volpi espalmou após quique da bola no gramado. Um minuto depois, depois de bela trama de passes do Coelho no corredor central, Volpi foi obrigado a trabalhar novamente em chute de Ribamar.

A equipe de Mancini encontrava soluções a partir, principalmente, da qualidade técnica de Zárate. O atacante argentino oferecia muitas possibilidades de jogo, voltando ao meio-campo para receber, chamando a marcação e sofrendo faltas. Além disso, esbanjava visão de jogo para encontrar ótimos passes e achar companheiros em boas condições.

Aos 16min, um susto: após bola enfiada por Nestor, Pablo infiltrou livre na área do América e empurrou para as redes. O gol, no entanto, foi corretamente anulado por impedimento.

Com o decorrer da primeira etapa, o São Paulo conseguiu 'esfriar' a iniciativa mineira e estabelecer maior equilíbrio na partida. Sem a bola, o Coelho se postava num 4-4-2, com Ademir e Felipe Azevedo baixando pelas beiradas para compor a segunda linha, enquanto Zárate e Ribamar ficavam mais à frente, preparados para uma possível oportunidade de contra-ataque.

O time de Vagner Mancini se defendia bem e não cedia boas chances ao SP, mas encontrava dificuldades para progredir quando roubava a bola - fosse por erros de passes ou nas tomadas de decisão.

Aos 34min, Rigoni teve liberdade na entrada da área e finalizou forte. Matheus Cavichioli, atento, fez defesa segura e espalmou para o lado. O Tricolor se mostrava mais confortável para aproveitar os espaços cedidos entre as linhas do América e ganhava altura no campo. Ainda assim, não ameaçava a meta alviverde.

A reta final do primeiro tempo revelou um confronto mais truncado, ainda que o Coelho tenha recuperado o controle da posse. O São Paulo exagerava na intensidade das chegadas e cometia muitas faltas, especialmente no meio-campo.

Segundo tempo


Mancini não promoveu substituições no intervalo. Aos 2min, Igor Gomes ameaçou o gol defendido por Cavichioli em jogada de escanteio, após desvio na primeira trave. A cabeçada, no entanto, foi para fora.

Novamente, as melhores escapadas do América ao ataque saíam pela velocidade de Ademir no lado direito. No início da segunda etapa, o atacante alviverde travou duelo individual com o zagueiro Miranda e, na maioria das vezes, levava a pior.

Aos 16min, Mancini promoveu a entrada do atacante Rodolfo na vaga de Ribamar. A segunda etapa, no entanto, seguia a toada do fim da primeira: muitas disputas físicas no meio-campo, com muitas faltas sendo marcadas.

Aos 24min, o América reclamou com a arbitragem mediante a um possível toque no braço de Liziero, do São Paulo, na área. Após checagem do VAR, o confronto seguiu sem a marcação de penalidade.

Na marca dos 31min, o lateral-esquerdo Alan Ruschel entrou na vaga de Felipe Azevedo. Com a mudança, o Coelho reforçou a marcação pelo lado esquerdo do campo, e Alan Ruschel assumiu papel avançado no momento ofensivo - enquanto Marlon ficava mais recuado.

Um minuto após a alteração, momento de pressão do América: Ademir escapou em velocidade pela direita e deu cruzamento rasante, que obrigou Volpi a fazer boa intervenção.

Aos 38min, excelente oportunidade do Coelho: após cobrança de escanteio de Zárate, Alê tocou de cabeça e exigiu grande defesa de Volpi. No rebote, livre, Rodolfo isolou na cara do gol. O atacante, no entanto, estava impedido.

 

Um minuto depois, o camisa 9 voltou a desperdiçar grande chance: após rebote de Volpi em cruzamento de Patric, novamente livre, o atleta cabeceou para fora, por cima da meta.


Aos 43min, Marlon, Ademir e Zárate deixaram o campo para as entradas de Chrigor, Yan Sasse e Marcelo Toscano, nesta ordem. Apesar disso, as alterações tiveram pouco tempo para mudar o panorama do duelo e não evitaram o empate.

SÃO PAULO 0x0 AMÉRICA

 
São Paulo
Volpi; Galeano, Arboleda, Miranda e Reinaldo (Welington); Luan, Nestor, Igor Gomes (Calleri) e Gabriel Sara (Liziero); Rigoni e Pablo (Marcus Vinicius).
Técnico : Crespo
 
América
Matheus Cavichioli; Patric, Eduardo Bauermann, Ricardo Silva e Marlon (Chrigor); Alê e Juninho; Ademir (Yan Sasse), Felipe Azevedo (Alan Ruschel), Zárate (Marcelo Toscano) e Ribamar (Rodolfo).
Técnico : Vagner Mancini
 
Motivo : 19ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
Data : quarta-feira, 22 de setembro de 2021
Local : Morumbi, em São Paulo
Árbitro : Bráulio da Silva Machado (SC)
Assistentes : Kléber Lúcio Gil e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR : Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Cartões amarelos : Arboleda, Miranda, Reinaldo (São Paulo); Zárate (América)

Compartilhe