América é o 3° que mais desperdiça grandes chances na Série A; veja ranking

Coelho vive boa fase e está há quatro jogos invicto, mas ainda perde muitas oportunidades de gol

24/09/2021 17:35 / atualizado em 24/09/2021 21:36
compartilhe
Ribamar é o líder em chances perdidas do América no Brasileirão, com sete
foto: João Zebral/América

Ribamar é o líder em chances perdidas do América no Brasileirão, com sete


Ainda que viva crescente de desempenho na Série A do Campeonato Brasileiro, o América segue deixando a desejar em um aspecto: converter as grandes chances que cria em gols. Neste 'ranking negativo' da competição, o Coelho aparece como um dos líderes (3° colocado). Veja, a seguir, a tabela com os dez primeiros no quesito.





Os números ofensivos são fator relevante para ajudar a explicar a situação do Coelho no Campeonato Brasileiro - 16° colocado, com 23 pontos. O time de Vagner Mancini é o 5° nos quesitos de finalizações por jogo (10,3) e também de finalizações no alvo por jogo (4,6), mas tem apenas o 15° melhor ataque da competição, com 18 gols marcados em 21 jogos (0,85 por partida).

Ainda neste sentido, o Coelho perdeu 27 grandes oportunidades de gol nos 21 compromissos do Brasileirão. Os dados conferem uma média de 1,2 ótimas chances desperdiçadas por partida. Todos os dados são do aplicativo de estatísticas SofaScore .

O atacante Ribamar é o 'líder' no quesito. Ele perdeu sete grandes ocasiões para balançar as redes adversárias. Na vice-liderança, com cinco, quem aparece é o atacante Ademir. Em terceiro, o também atacante Rodolfo, com quatro.
 

Palavra do treinador 


Na quarta-feira (22), o América teve ótima atuação diante do São Paulo no Morumbi, na capital paulista. A equipe criou boas ocasiões para marcar, mas esbarrou na ineficiência. Aos 40 minutos do segundo tempo, o atacante Rodolfo, que havia saído do banco de reservas, desperdiçou excelente chance de cabeça, de frente ao gol adversário.

Após o duelo, Vagner Mancini mencionou as correções que a comissão técnica tem buscado fazer neste sentido. 'Não podemos achar que o América já é um time pronto', avaliou o treinador.

"Nós não podemos achar que o América já é um time pronto. O América passa por uma mudança. Felizmente, os conceitos estão sendo bem absorvidos. Agora, tudo a seu tempo, né? A gente vem de uma sequência de jogos interessantes, mas ainda pecando em algumas coisas. O gol perdido fica evidente na partida, porque chama a atenção de todo mundo. É necessário que, aqui dentro, a gente saiba como melhorar nesse quesito. Que os atacantes possam botar a bola para dentro, porque a gente realmente está criando oportunidades interessantes. No meu lado, eu, naturalmente, vejo isso como melhora e espero, sinceramente, que já para a próxima partida, a gente consiga botar a bola para dentro", projetou.


Invicto há quatro jogos, o América quer repetir, contra o Flamengo, o que fez diante de Ceará e Athletico Paranaense nos jogos da 18ª e da 20ª rodada, respectivamente. Em ambas as ocasiões, no Independência, em Belo Horizonte, o time mineiro venceu por 2 a 0 e foi muito eficiente para converter as chances criadas em gol.

Após dois empates na capital paulista, contra Corinthians (1 a 1) e São Paulo (0 a 0), o Coelho volta ao Horto e quer seguir em boa fase. No domingo (26), às 11h, terá pela frente o Rubro-Negro carioca, 3° colocado do Brasileirão - em partida válida pela 22ª rodada.


Compartilhe