UAI

2

Além de goleiro e lateral-direito, América buscará reforço para o ataque

Coelho pretende contratar um centroavante para fechar elenco que inicia a temporada

17/01/2022 06:00 / atualizado em 17/01/2022 11:55
compartilhe
Técnico Marquinhos Santos receberá goleiro, lateral-direito e atacante
foto: Mourão Panda/América

Técnico Marquinhos Santos receberá goleiro, lateral-direito e atacante


Em negociações avançadas para contratar o lateral-direito Cáceres, do Cruzeiro, e o goleiro Jaílson, ex-Palmeiras, o América também está de olho em um centroavante para "fechar" o elenco que inicia 2022. O Superesportes apurou que a diretoria recebeu várias sugestões no mercado da bola, inclusive do futebol sul-americano, e deve definir o nome nos próximos dias.

As metas do América em 2022 são chegar pelo menos à final do Campeonato Mineiro, às oitavas ou quartas de final da Copa do Brasil, à fase de grupos da Copa Libertadores e em uma posição intermediária no Brasileirão. Por isso, é fundamental encontrar um jogador com histórico de goleador que corresponda nos momentos importantes e ajude o time a atingir os objetivos.

Dois atacantes procurados pelo América foram Germán Cano, ex-Vasco, e Gilberto, ex-Bahia. A pedida salarial acima de R$ 500 mil esfriou o interesse, e os atletas acertaram com outras equipes - o argentino assinou com o Fluminense, e o brasileiro se transferiu para o Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos.

Pelo Vasco, Cano acumulou 43 gols em 101 jogos de 2020 a 2021. Já Gilberto chegou a 83 gols em 189 partidas nas quatro temporadas em que vestiu a camisa do Bahia (2018 a 2021). Os números desses centroavantes são provas de que o América deseja buscar alguém com capacidade para fazer o mesmo que o ídolo Fábio Júnior de 2010 a 2013 - 72 gols em 183 jogos.

Contratações do América para a temporada de 2022



Outro atleta cogitado no Lanna Drumond é Wellington Paulista, do Fortaleza. O canal Razão Tricolor, especializado em notícias do clube cearense, já dá como certa a ida do veterano de 38 anos para Belo Horizonte, onde assinaria com o Coelho. Titular do Leão do Pici de 2019 a 2021, o experiente camisa 9 marcou 42 gols em 148 jogos.

Na carreira, o atacante marcou 249 gols em mais de 750 partidas
foto: Divulgação/Fortaleza

Na carreira, o atacante marcou 249 gols em mais de 750 partidas



Tratando-se de Libertadores, Wellington Paulista participou de cinco edições, com seis gols em 31 jogos. Em 2009 obteve o melhor desempenho ao ser finalista com o Cruzeiro e converter cinco tentos em 10 presenças. No geral, WP9 é o 25º maior artilheiro do clube celeste, com 75 gols em 160 jogos. Na carreira, são 249 bolas na rede em mais de 750 partidas.

Embora não seja fácil para o América adequar o salário de um bom centroavante às possibilidades financeiras,  há o argumento do projeto de um clube economicamente equilibrado e com dívidas controladas. Além disso, o Coelho se tornou uma das grandes vitrines do futebol brasileiro, a ponto de as principais peças do time receberem ofertas vantajosas no próprio país ou no exterior.

Foi o que aconteceu com Ademir, oriundo do Patrocinense em 2018 e que alternou entre o elenco principal e o sub-23 no primeiro ano de clube. Após evoluir nos treinos, o meia-atacante ganhou destaque com movimentação, velocidade e dribles. Em 2020, foi eleito o craque da Série B ao colaborar com oito gols em 28 partidas. O Coelho subiu à elite como vice-campeão da Segunda Divisão, com 73 pontos.

O América sabia que poderia perder Ademir a partir de julho de 2021, mas ainda assim preferiu mantê-lo até o fim do ano. Mesmo de pré-contrato assinado com o Atlético desde agosto, o camisa 10 respeitou a agremiação que lhe abriu as portas para o sucesso e protagonizou grandes exibições no Brasileirão. Os 13 gols em 31 jogos ajudaram na classificação à segunda fase preliminar da Libertadores de 2022 e na garantia de mais de R$ 60 milhões de premiação e direitos de TV.

Até o momento, os reforços anunciados pelo clube para compensar a saída de Ademir são Everaldo, emprestado pelo Corinthians, e Índio Ramírez, ex-Bahia. Há ainda a aposta no prata da casa Carlos Alberto, de 19 anos, cujas características de agilidade e habilidade se assemelham às do ex-camisa 10. O Coelho também renovou com Felipe Azevedo e tenta viabilizar a permanência de Mauro Zárate.

A estreia do América no Campeonato Mineiro será contra a Caldense, dia 25 de janeiro (terça-feira), às 21h, no estádio Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas. Na Libertadores, o time encara o Guaraní, do Paraguai, nos dias 23 de fevereiro, no Independência, em Belo Horizonte, e 2 de março, no estádio Rogelio Silvino Livieres, em Assunção. Os duelos pela segunda fase preliminar do torneio serão às 19h15.

Compartilhe