UAI

2

Dirigente do América revela bastidores da negociação frustrada com Fábio

Marcus Salum ainda criticou vazamento de informações no Coelho

25/01/2022 11:07 / atualizado em 25/01/2022 11:28
compartilhe
Fábio assinou com o Fluminense contrato de uma temporada
foto: Mailson Santana / Fluminense

Fábio assinou com o Fluminense contrato de uma temporada



O coordenador de futebol clube-empresa do América, Marcus Salum, afirmou que o clube esteve perto de assinar contrato com o goleiro Fábio, ídolo do Cruzeiro. Salum conversou com o jogador de 41 anos e disse que notou grande interesse nele. Contudo, o Fluminense entrou na jogada, fez uma proposta e levou o camisa 1.  

"Eu tive uma conversa por vídeo com ele (Fábio). Desenhamos um projeto para ele, e ele se mostrou muito interessado, dizendo que estava estudando os adversários do América e tudo. Isso foi no domingo, mas não estive pessoalmente com ele, foi só uma conversa por telefone, marcamos uma reunião. Tanto que eu pedi ao Fábio que esperasse a segunda-feira até por uma questão de respeito e humanidade pela cirurgia do Cavichioli. O Cavichioli iria fazer a cirurgia na segunda-feira de manhã, e eu não teria minha consciência tranquila de contratar um goleiro podendo ter um risco de acontecer alguma coisa na cirurgia do Cavichioli, seria muito insensível da minha parte", disse Salum, em entrevista à Rádio 98FM.

Ainda sem o acordo, Salum pediu uma reunião presencial para acertar os últimos detalhes. Esse encontro nunca aconteceu. Na segunda-feira, Fábio recebeu a proposta do Fluminense e ligou para Salum desmarcando a reunião. Na quarta, o goleiro embarcou para o Rio de Janeiro para assinar com o Tricolor.

Jogadores que vestiram as camisas de América e Cruzeiro


Salum ainda reclamou do vazamento de informações no América."Eu falei: 'Fábio, vamos esperar a segunda-feira'. Marquei uma reunião na terça. Como o América parece ter um balde vazado de informações, foram duas ou três pessoas que conversaram. Começaram a falar que o Fábio era goleiro do América, mas não era. Tive uma conversa muito boa, tudo levava a crer que ele iria acertar com a gente, e marcamos uma reunião na terça-feira. No meio da tarde, ele me ligou desmarcando a reunião, dizendo que ele queria pensar. Com a experiência que eu tenho, na hora que eu recebi o telefonema, eu pensei: 'entrou um time e fez uma proposta'", afirmou Salum. 

"Sempre aqui de Belo Horizonte, empresário daqui, que escuta as notícias daqui, sai valor, sai tudo nas notícias, por isso vocês ficam com raiva de mim quando não falo. Sobre o Matheuzinho, eu não falei para ninguém, só eu e o Euller sabíamos", completou.

Sem Fábio, o América acertou a contratação do goleiro Jailson.

Compartilhe