UAI

2

América se posiciona contra LGBTfobia: 'Nós não somos diferentes'

Coelho utilizou as redes sociais para se manifestar nesta terça-feira, 17 de maio, Dia Internacional de Luta Contra a LGBTfobia

17/05/2022 16:33
compartilhe
América utilizou as redes sociais para se posicionar contra a LGBTfobia
foto: Reprodução/Redes sociais

América utilizou as redes sociais para se posicionar contra a LGBTfobia


O América se posicionou contra a LGBTfobia nesta terça-feira, 17 de maio, Dia Internacional de Luta Contra a LGBTfobia. O clube utilizou as redes sociais para se manifestar e dizer que 'nós não somos diferentes.

"Ser resistência, lutar e se orgulhar, nós não somos diferentes! O América está ao lado da luta contra a homofobia, transfobia e bifobia! Pela liberdade de ser e amar quem for!", escreveu o Coelho, seguido de emojis. 

O time também publicou uma imagem: "Ser americano é se orgulhar, resistir e lutar", diz o trecho.

O Dia Internacional de Luta Contra a LGBTfobia é comemorado em 17 de maio porque nesta mesma data, em 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID).



América e causas sociais


Recentemente, o América também se posicionou em um possível caso de racismo. O clube manifestou apoio a Edenílson, volante do Internacional, que acusou Rafael Ramos, do Corinthians, de ter cometido injúria racial

"O América Futebol Clube manifesta seu apoio ao atleta Edenílson, do Internacional, que, lamentavelmente, foi mais uma vítima do racismo no jogo deste sábado. Racismo é crime e não existe espaço no futebol para esse tipo de postura", escreveu o clube, também nas redes sociais. 

Fotos do Sonesta Hotel, local em que o América está hospedado em Ibagué



Compartilhe