UAI

2

Mancini critica oscilação do América e vê atletas abaixo de outros em revés

Coelho foi derrotado por 3 a 0 pelo Flamengo neste sábado, no Maracanã, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro

25/06/2022 23:44 / atualizado em 25/06/2022 23:44
compartilhe
Vagner Mancini ainda citou desconcentração e os espaços deixados em contra-ataques como fundamentais para derrota do América
foto: Mourão Panda/América

Vagner Mancini ainda citou desconcentração e os espaços deixados em contra-ataques como fundamentais para derrota do América


Mancini criticou a oscilação do América na derrota por 3 a 0 para o Flamengo,pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (25), o Coelho teve um desempenho irregular durante a partida e saiu com o revés no Maracanã. 



A equipe mineira suportou bem os primeiros minutos, e, apesar do gol sofrido, fez um primeiro tempo parelho. Os gols dos donos da casa foram marcados por Gabigol, aos 40' do primeiro tempo, Arrascaeta, aos 26', e Marinho, aos 45', ambos no segundo tempo.

Flamengo x América: fotos do jogo no Maracanã pelo Brasileiro



O Rubro-Negro ainda desperdiçou um pênalti e outras duas boas chances com o próprio Gabi, o que não impediu a vitória. Para Mancini, essa oscilação foi um dos pontos mais negativos na derrota.

"Uma equipe que oscila demais, ela vai ter mais dificuldades diante de certos adversários. Foi o que vimos hoje. Vínhamos muito bem no jogo, demos uma oscilada aos 25 minutos do primeiro tempo. Sofremos um pouco, mas nos reequilibramos e voltamos a atacar", analisou Mancini, em entrevista coletiva após a partida. 

No início da segunda etapa, o Rubro-Negro voltou com mais ímpeto e criou diversas oportunidades. Os últimos minutos da partida foram de 'trocação', com ambos os times oferecendo perigo no ataque e espaços na defesa.

Além da desconcentração da equipe, o técnico Vagner Mancini acredita que dois atletas não tiveram um desempenho condizente com o restante da equipe. 

"Voltamos para o segundo tempo desconcentrados, com duas peças um pouco abaixo das outras. Começamos a ter que correr atrás. Esse desequilíbrio, essa oscilação fizeram com que tivéssemos uma dificuldade maior. Mesmo assim, retomamos o jogo, tínhamos oportunidades de gol, não conseguíamos fazer e dávamos oportunidade ao Flamengo de novo", afirmou.

O treinador do Coelho ainda citou o grande erro do seu time na partida. Em sua visão, foram cedidos muitos espaços de contra-ataque para uma equipe que tinha qualidade para aproveitá-los. Inclusive, o segundo gol ocorreu dessa forma.

"Isso (o desajuste no segundo tempo) acabou contribuindo para que essa oscilação fosse favorável ao Flamengo. O Flamengo virou (o primeiro tempo) ganhando a partida, baixou as linhas no segundo tempo e ofereceu a bola ao América. E o América, dentro desse espaço que ele comandou, permitiu a saída de contra-ataque. Talvez tenha sido o maior erro na partida, propiciando a uma equipe de qualidade, uma saída de contra-ataque", lamentou Mancini.

Com o resultado, o Coelho ampliou o jejum de 22 anos sem vencer o Flamengo e chegou a cinco jogos sem triunfos na Série A.
 
A equipe caiu para a 16ª colocação, com 15 pontos, e ainda pode entrar na zona de rebaixamento caso a partida entre Goiás e Cuiabá tenha um vencedor. O Rubro-Negro, por sua vez, chegou à oitava posição na tabela, com 18 pontos. 
 
Agora, o América volta às atenções para o jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O time receberá o Botafogo na quinta-feira, às 19h, no Independência. Pelo Brasileiro, o Coelho enfrentará o Goiás na próxima rodada, no domingo, às 18h, também no Horto.

Compartilhe