Atlético

ATLÉTICO

Vencer pontos corridos com defesa tão vazada como a do Atlético é raro

Time sofreu 38 gols em 30 jogos no Campeonato Brasileiro - média de 1,26 por partida, mais alta que quase todos os campeões desde que atual formato foi adotado

postado em 22/01/2021 06:00

(Foto: Pedro Souza/Atlético)
Atlético levou gol em 21 das 30 partidas que disputou no Campeonato Brasileiro. Reconhecido pela grande produtividade ofensiva, o time do técnico Jorge Sampaoli tem sofrido defensivamente e já foi vazado 38 vezes ao longo da competição. O número preocupa, especialmente se o fator histórico for considerado: raramente uma equipe com desempenho defensivo tão ruim foi campeã nos pontos corridos.

A média de gols sofridos por jogo pelo Atlético é de 1,26. Desde que os pontos corridos se tornaram o formato de disputa da Série A (em 2003), apenas duas vezes o campeão teve desempenho defensivo semelhante: o Santos de 2004 (1,26) e o Corinthians de 2005 (1,40). Nas outras 15 edições, o título ficou com equipes menos vazadas.

O melhor time nesse quesito foi o São Paulo de 2007. Na ocasião, a equipe comandada por Muricy Ramalho levou apenas 19 gols em 38 rodadas - média de 0,5 por jogo. Embalado pelo ótimo desempenho defensivo, conquistou o bicampeonato seguido da Série A. A segunda melhor marca nos pontos corridos é a do Palmeiras de 2018 (0,68).

No caso do Atlético, os números defensivos têm sido o principal fator negativo da campanha. A equipe alvinegra tem 54 pontos, quatro a menos que o líder Internacional, que jogou uma vez a mais. Os gaúchos levaram 29 gols em 31 partidas (média de 0,93, bem melhor que a da equipe de Sampaoli). 

Na última quarta-feira, o Atlético foi quase perfeito defensivamente. Fora de casa, pouco sofreu com as investidas do Grêmio, mas, no único vacilo de marcação, levou o gol de Everton, que decretou o empate por 1 a 1. Agora, o plano é passar ileso pelo Vasco, próximo adversário. As equipes se enfrentam neste domingo, a partir das 21h, em São Januário, pela 32ª rodada.

Números defensivos do Atlético atual e dos campeões brasileiros nos pontos corridos

2020/21 - Atlético (terceiro colocado): 38 gols sofridos em 30 jogos (média de 1,26)
2019 - Flamengo (campeão): 37 gols sofridos em 38 jogos (média de 0,97)
2018 - Palmeiras (campeão): 26 gols sofridos em 38 jogos (média de 0,68)
2017 - Corinthians (campeão): 30 gols sofridos em 38 jogos (média de 0,78)
2016 - Palmeiras (campeão): 32 gols sofridos em 38 jogos (média de 0,84)
2015 - Corinthians (campeão): 31 gols sofridos em 38 jogos (média de 0,81)
2014 - Cruzeiro (campeão): 38 gols sofridos em 38 jogos (média de 1,00)
2013 - Cruzeiro (campeão): 37 gols sofridos em 38 jogos (média de 0,97)
2012 - Fluminense (campeão): 33 gols sofridos em 38 jogos (média de 0,86)
2011 - Corinthians (campeão): 36 gols sofridos em 38 jogos (média de 0,94)
2010 - Fluminense (campeão): 36 gols sofridos em 38 jogos (média de 0,94)
2009 - Flamengo (campeão): 44 gols sofridos em 38 jogos (média de 1,15)
2008 - São Paulo (campeão): 36 gols sofridos em 38 jogos (média de 0,94)
2007 - São Paulo (campeão): 19 gol sofridos em 38 jogos (média de 0,50)
2006 - São Paulo (campeão): 32 gols sofridos em 38 jogos (média de 0,84)
2005 - Corinthians (campeão): 59 gols sofridos em 42 jogos (média de 1,40)
2004 - Santos (campeão): 58 gols sofridos em 46 jogos (média de 1,26)
2003 - Cruzeiro (campeão): 47 gols sofridos em 46 jogos (média de 1,02)

Tags: galo atleticomg interiormg futnacional seriea