UAI

2

A caminho do Atlético, zagueiro Diego Godín testa positivo para COVID-19

Defensor de 35 anos está no Uruguai e aguarda rescisão com o Cagliari para assinar contrato com o Galo

10/01/2022 10:24 / atualizado em 10/01/2022 10:25
compartilhe
Diego Godín em ação com a camisa da Seleção Uruguaia
foto: MATILDE CAMPODONICO/AFP

Diego Godín em ação com a camisa da Seleção Uruguaia

A caminho do Atlético, o zagueiro Diego Godín testou positivo para COVID-19. O defensor de 35 anos está em isolamento, em casa, no Uruguai. A informação foi publicada por veículos de comunicação uruguaios.

Godín está bem. O experiente jogador do Cagliari tem treinado individualmente para manter a boa forma física antes de se apresentar ao Galo.

A chegada a Minas Gerais, porém, ainda depende da rescisão contratual com o clube italiano. O vínculo vai até 2023, mas será rescindido.

O capitão da Seleção Uruguaia vai assinar contrato com o Atlético até o fim da temporada 2022. O acordo prevê possibilidade de renovação por mais uma temporada.

Fora dos planos do Cagliari, o defensor jogou pela última vez na derrota por 4 a 0 para a Udinese, pelo Italiano, em 18 de dezembro de 2021.

A atuação de Godín naquela partida foi criticada publicamente pelo diretor esportivo do Cagliari. O futuro do uruguaio está mesmo fora da equipe com a qual tem contrato atualmente.

Na atual temporada, o defensor uruguaio fez 12 jogos em 19 possíveis até a partida contra a Udinese. Essa é a segunda temporada dele pelo clube. Em 2020/21, foram 28 partidas, todas como titular, e um gol marcado.

Godín será o substituto de Junior Alonso no Atlético. O paraguaio foi vendido pelo Galo ao Krasnodar, da Rússia, por 8,2 milhões de dólares (cerca de R$ 46,4 milhões).

Até então, o Atlético já anunciou a contratação de dois atacantes, Ademir e Fábio Gomes, e tem acerto com o volante Otávio, do Bordeaux, da França, que chegará ao time mineiro em julho.

Onde estão e para onde vão os jogadores emprestados pelo Atlético


Compartilhe