UAI

2

Godín é o 13° uruguaio da história do Galo; veja números dos compatriotas

Zagueiro de 35 anos foi anunciado pelo Atlético nessa quarta-feira

13/01/2022 07:00 / atualizado em 13/01/2022 10:16
compartilhe
Godín fechou com o Atlético por uma temporada
foto: Divulgação/Atlético

Godín fechou com o Atlético por uma temporada

O zagueiro Diego Godín é o terceiro reforço do Atlético para a temporada 2022. Ele será o 13° jogador uruguaio da história do clube alvinegro. O experiente defensor de 35 anos chega ao Galo para substituir Junior Alonso, vendido ao Krasnodar, da Rússia, por 8,2 milhões de dólares (cerca de R$ 46,4 milhões). O contrato é até o fim de 2022.

Ex-jogador do Cagliari, da Itália, Diego Godín vai tentar recuperar o prestígio de jogadores do país no Atlético. O clube já contou com nomes como Hector Cincunegui, Ladislao Mazurkiewicz e Walter Olivera, que tiveram boas passagens por Belo Horizonte. No entanto, dos anos 90 para cá, nenhum jogador uruguaio conseguiu ter sucesso com a camisa alvinegra. Relembre na galeria abaixo.

Desempenho dos uruguaios que jogaram no Atlético



Pelo Cagliari, seu último clube, Diego Godín disputou 40 partidas, contribuindo com um gol e uma assistência. Antes disso, na Itália, defendeu a Inter de Milão na temporada 2019/20 e realizou 36 jogos, anotando dois tentos e um passe para gol.

O defensor iniciou a carreira no futebol uruguaio, em 2003, defendendo as cores do Cerro. Em 2007, jogou pelo Nacional antes de se transferir ao Villarreal, da Espanha. Após três temporadas no clube, concretizou sua ida ao Atlético de Madri.
 
Na equipe alvirrubra, Godín viveu os melhores momentos da carreira. Ao todo, foram nove temporadas com os 'Colchoneros', com 389 jogos, 27 gols, nove assistências e oito títulos.
 
Ídolo do 'Atleti', o zagueiro levantou as taças do Campeonato Espanhol, da Copa do Rei, da Supercopa da Espanha, da Liga Europa (2x) e da Supercopa da UEFA (3x). Enquanto defendia o clube espanhol, Godín integrou o Time do Ano da UEFA em 2014 e foi eleito o melhor defensor da La Liga na temporada 2015/16.

Pela Seleção Uruguaia, o defensor disputou três Copas do Mundo: em 2010, 2014 e 2018 - todas como titular. Com a camisa celeste, também sagrou-se campeão da Copa América no ano de 2011. Experiente, Godín tem 153 jogos e oito gols pelo Uruguai.
 
Diego Godín chega ao futebol brasileiro com grande status e expectativa por parte da torcida atleticana. Aos 35 anos, o zagueiro terá no Galo, como companheiros de posição, Réver, Igor Rabello, Nathan Silva e Micael.

Veja todas as contratações dos times da Série A para 2022



Compartilhe