UAI

2

Libertadores que 'escapou' em 2013 é sonho de 'El Turco' pelo Atlético

Treinador foi o comandante do Tijuana, eliminado pelo Galo nas quartas de final graças ao 'milagre do Horto' protagonizado pelo goleiro Victor

16/01/2022 06:00 / atualizado em 15/01/2022 01:07
compartilhe
Antonio 'El Turco' Mohamed vai buscar título da Libertadores
foto: AFP / KARIM JAAFAR

Antonio 'El Turco' Mohamed vai buscar título da Libertadores

A noite de 30 de maio de 2013 não sai da cabeça dos atleticanos. Naquele dia, Victor defendeu o pênalti de Riascos, do Tijuana, nos acréscimos do segundo tempo e classificou o Atlético para a semifinal da Copa Libertadores - competição em que o clube se sagrou campeão. Para o outro lado, foi uma eliminação traumática, que não sai da memória. Antonio Mohamed era o comandante da equipe mexicana. Agora, no Galo, 'El Turco' não se esquece do momento.

Onde estão e para onde vão os jogadores emprestados pelo Atlético



Em uma das reuniões para o acerto com o Atlético, 'El Turco' afirmou que tem um desejo no comando do clube mineiro: conquistar o título da Libertadores que escapou em 2013. A revelação foi feita por Rodrigo Caetano, diretor de futebol do Galo que participou das negociações. 

"Mas ele complementou a frase: 'Gostaria muito de poder ir ao Galo para justamente ganhar essa Libertadores'. No entendimento dele, escapou naquela oportunidade", relatou o dirigente alvinegro.

'El Turco' vai se reencontrar com três dos personagens daquela noite mágica no Independência. Leonardo Silva, que cometeu o pênalti nos acréscimos, é coordenador das categorias de base do Galo. Victor, goleiro que foi 'canonizado' pela massa, é gerente de futebol do clube. Réver é zagueiro do clube e deve fazer o último ano de sua carreira em 2022.

"Dentre as muitas conversas que tivemos, alertei ele: 'Você vai reencontrar aqui alguns caras que, talvez, você não tenha boas recordações. O Réver, ainda. E hoje, o nosso gerente de futebol (Victor), que vai estar contigo quase sala com sala. É aquele que tirou a tua equipe do campeonato, então já vai preparando teu humor, que com ele tu vai conviver todos os dias. Disse: 'Não, é o primeiro que eu quero pegar pelo pescoço' (risos). Ou seja, é uma forma já espontânea dele de ser", relatou Rodrigo Caetano.

Além do sonho de ser campeão da Copa Libertadores, 'El Turco' ainda terá outras quatro missões na temporada 2022: Campeonato Mineiro, Supercopa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. Em suas primeiras palavras como treinador do Atlético, Mohamed prometeu garra e dedicação no comando do clube.

"Estou muito feliz e muito contente por assumir um grande clube, o Galo. Quero agradecer a toda a direção, em especial o presidente, por confiar em nós. Estou muito animado e digo à massa que pode esperar de nós muito esforço, muita garra e muita dedicação para continuar ganhando títulos. Estamos muito felizes e aguardamos domingo para chegarmos a Belo Horizonte e poder estar com toda a massa atleticana. Vou me esforçar para falar um bom português. Prometo que vou aprender em pouco tempo. Estou contente e agradecido pela oportunidade", disse. 

Veja todas as contratações dos times da Série A para 2022



Quem é Antonio Mohamed?


De perfil explosivo e bastante participativo, Mohamed tem uma vasta carreira, iniciada no começo do século. Alternou entre Argentina, onde nasceu, e o México, onde fez carreira como jogador. Também teve rápida passagem pelo Celta de Vigo, da Espanha. O último clube que dirigiu foi o Monterrey.

Ao longo da carreira, conquistou a Copa Argentina, a Taça do México, a Liga Mexicana e chegou ao ápice em 2015, quando venceu a Liga dos Campeões da Concacaf, em seu primeiro trabalho à frente do Monterrey. Em 2019, levou o time ao terceiro lugar do Mundial de Clubes, vencido pelo Liverpool sobre o Flamengo.

No currículo, o argentino tem clubes como Huracán, Colón, Independiente, América-MEX e Tijuana-MEX.

Novas fotos na Arena MRV, estádio do Atlético



Compartilhe