UAI

2

Em busca de novo ano mágico, Atlético entra como favorito ao tri do Mineiro

Após conquistar 'triplete alvinegro' em 2021, Galo trabalha por novas taças na nova temporada

21/01/2022 05:00
compartilhe
Missão de 'El Turco' é levar Atlético a novos títulos em 2022
foto: Pedro Souza/Atlético

Missão de 'El Turco' é levar Atlético a novos títulos em 2022

A temporada de 2021 foi a maior da história do Atlético. O clube conquistou Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Para 2022, o objetivo é seguir entre os principais clubes do futebol nacional e lutar pelos títulos das principais competições no país. A estreia será pelo Estadual, torneio em que é o atual bicampeão. O Galo joga no dia 26 de janeiro, contra o Villa Nova, às 19h, no Castor Cifuentes, em Nova Lima.

Assim como em 2021, o Atlético tem como prioridade outros torneios. O Mineiro servirá como preparação. Nas primeiras rodadas, jovens e atletas que tiveram poucas oportunidades na última temporada serão acionados. Os principais jogadores serão preparados para o dia 20 de fevereiro, quando o Galo encara o Flamengo, no Mané Garrincha, em Brasília, pela Supercopa do Brasil, primeira disputa oficial de taça no ano.

Veja todos os jogadores que iniciam a pré-temporada do Atlético



Apesar de utilizar jovens nas primeiras rodadas, o planejamento do Atlético prevê terminar o Campeonato Mineiro com o time principal. Desta forma, o Alvinegro, com seu elenco milionário, é o grande favorito ao título. O Galo, que já conquistou a taça em 2019 (contra o Tombense) e 2020 (contra o América), vai firme na luta pelo tri.

A missão está nas mãos de Antonio 'El Turco' Mohamed, treinador contratado para substituir Cuca, que pediu demissão no fim de 2021 para cuidar de assuntos particulares. O argentino de 51 anos não era plano A (nem B e nem C) da diretoria alvinegra, mas foi contratado após as primeiras negociações fracassarem. Mesmo assim, o clube está confiante que o novo comandante é capaz de guiar o elenco alvinegro na busca por mais um ano glorioso.

"Estou muito feliz e muito contente por assumir um grande clube, o Galo. Quero agradecer a toda a direção, em especial o presidente, por confiar em nós. Estou muito animado e digo à massa que pode esperar de nós muito esforço, muita garra e muita dedicação para continuar ganhando títulos. Estou contente e agradecido pela oportunidade", declarou o novo treinador em suas primeiras palavras após ser anunciado pelo Alvinegro.

Veja as principais contratações dos clubes para o Mineiro 2022



Campanha em 2021


No último ano, o Atlético teve muita tranquilidade no Campeonato Mineiro. O alvinegro se classificou em primeiro, com 27 pontos (nove vitórias e duas derrotas). Na semifinal, eliminou o Tombense com uma vitória e um empate. Já na decisão, foi beneficiado pela melhor campanha e conquistou a taça após dois empates sem gols com o América - que perdeu um pênalti no segundo tempo do segundo jogo.

Mercado da bola


O Atlético perdeu dois titulares na atual janela de transferências. O zagueiro Junior Alonso, líder defensivo e capitão da equipe, foi vendido ao Krasnodar, da Rússia, por 8,2 milhões de dólares (cerca de R$ 46,4 milhões na cotação do dia da negociação). A receita ajudou nos cofres da equipe, que planeja R$ 140 milhões em arrecadação com saída de atletas.

Quem também deixou o Galo foi Diego Costa. O atacante rescindiu de forma amigável com o Alvinegro e está perto de fechar com o Corinthians. Foram apenas cinco gols em 19 jogos no clube. Além dele, saíram nesta janela de transferências: Alan Franco (Charlotte FC), Nathan (Fluminense) e Hyoran (Bragantino). 

Por outro lado, foram três contratações para a atual temporada. Para o lugar de Junior Alonso, titular que deixou a equipe, o clube acertou a chegada do uruguaio Diego Godín, de 35 anos. O experiente defensor tem passagem marcante pelo Atlético de Madrid e é ídolo da torcida uruguaia.

As outras movimentações foram no ataque. O Atlético contratou o velocista Ademir, destaque do América na última temporada, e o centroavante Fábio Gomes, que se destacou no futebol norte-americano. Juntam-se a eles os jovens Vitor Mendes (zagueiro) e Guilherme Castilho (meia), que se destacaram no Juventude no último ano e retornaram de empréstimo.

Veja quem são os técnicos dos clubes para o Campeonato Mineiro



As estrelas


O Atlético tem um elenco recheado de estrelas. Essa constelação perdeu uma peça com a saída de Diego Costa, mas ganhou outra com a chegada de Diego Godín. O Galo conta ainda com jogadores acima da média no futebol nacional como Guilherme Arana, Matías Zaracho, Nacho Fernández e Hulk.

Outros nomes, como Everson, Allan, Jair, Keno, Eduardo Vargas e Savarino aparecem como candidatos a personagens decisivos ao longo da temporada alvinegra. 

Atlético

 
Nome completo: Clube Atlético Mineiro
Fundação: 25 de março de 1908
Posição no Mineiro de 2021: campeão
Presidente: Sérgio Batista Coelho 
Técnico: Antonio 'El Turco' Mohamed
Destaques: Guilherme Arana, Matías Zaracho e Hulk
Principais contratações: Diego Godín, Antonio 'El Turco Mohamed' e Ademir

Elenco

 
Goleiros: Everson, Gabriel Delfin, Mateus Mendes e Rafael; 
Laterais: Guilherme Arana, Dodô, Guga e Mariano; 
Zagueiros: Diego Godín, Igor Rabello, Micael, Nathan Silva, Réver e Vitor Mendes; 
Meias: Allan, Calebe, Dylan, Guilherme Castilho, Jair, Matías Zaracho, Nacho Fernández, Neto, Rubens, Tchê Tchê;
Atacantes: Ademir, Echaporã, Eduardo Sasha, Eduardo Vargas, Fábio Gomes, Felipe Felício, Jefferson Savarino, Keno, Hulk, Luiz Filipe e Sávio.

Compartilhe