UAI

2

Dia de São Victor: Turco relembra defesa histórica do ídolo do Galo

Treinador, então no Tijuana, recordou momentos da inesquecível festa dos atleticanos após defesa milagrosa do goleiro em pênalti no fim

30/05/2022 23:02 / atualizado em 30/05/2022 23:28
compartilhe
Turco Mohamed viveu o outro lado da moeda no histórico 'Dia de São Victor'
foto: TV Galo/Reprodução

Turco Mohamed viveu o outro lado da moeda no histórico 'Dia de São Victor'


No dia em que se completaram nove anos de uma noite memorável para o torcedor do Atlético, marcada pela defesa do goleiro Victor em cobrança de pênalti do atacante Riascos, culminando com o 'Dia de São Victor', o técnico Antonio 'Turco' Mohamed, então no Tijuana, relembrou o momento triste para ele e seus comandados. Graças ao milagre no Horto, o Galo avançou para as semifinais e manteve vivo o sonho do título da Copa Libertadores de 2013, que mais tarde se tornaria realidade em uma conquista épica. 

Na ocasião, depois de empate por 2 a 2 no México, em 30 de maio de 2013, o Atlético esteve perto do adeus precoce na competição. Aos 48min da etapa final, Riascos teve a chance de eliminar o Galo e calar o Horto. O atacante colombiano chutou no meio do gol e 'São Victor' salvou o alvinegro ao defender com a perna esquerda. O milagre estava selado, assim como a dramática classificação.

Para Turco Mohamed, ficou o lado triste da história, já que o Tijuana também buscava feito inédito na Libertadores. Em entrevista à TV Galo, o técnico argentino, que assumiu o clube alvinegro em janeiro deste ano, contou como foi viver o momento que significou êxtase para os atleticanos e total frustração para os mexicanos. "Foi um dia histórico, muito emocionante e que ficará marcado no coração dos atleticanos e também no coração dos torcedores do Tijuana", declarou o treinador.



No momento da cobrança de Riascos, ele revelou que não quis ver o lance e que apenas ouviu a festa dos atleticanos. "Eu me recordo muito bem que os jogadores e a comissão técnica que estavam no banco comemoravam, mas eu disse para ficarem tranquilos. Depois, eu ouvi a torcida e vi que havíamos falhado. Depois eu vi pela TV, mas no momento eu não vi", recordou.

Galeria de fotos do dia de 'São Victor'



"Foi uma tristeza, pois o time entregou tudo. Mas não era para nós. Lágrimas caíram, mas a vida continua", afirmou o treinador, que a partir dali previu a conquista alvinegra. "Eu não tinha dúvida de que seria o campeão. Estava escrito que o Galo seria campeão da Libertadores, iria comemorar a Libertadores", acrescentou. 

Turco Mohamed comentou sobre a relação com Victor, que é gerente de futebol do Atlético, e espera que a mesma sorte o acompanhe no comando do clube nesta Libertadores. "Nossa relação é excelente, agora estamos no mesmo time. E que o final seja assim, para que possamos comemorar mais um título de Libertadores. Seria espetacular", projetou o comandante. 

Fotos da defesa de Victor contra o Tijuana




Compartilhe