UAI

2

Atlético elogia Richarlyson por declaração sobre bissexualidade e homofobia

Por intermédio do Twitter, Galo cita 'coragem' do ex-jogador, campeão da Libertadores de 2013 pelo clube, de se posicionar sobre o tema

24/06/2022 23:19 / atualizado em 24/06/2022 23:28
compartilhe
Richarlyson trabalha como comentarista de futebol nos canais Globo
foto: Reprodução/Instagram

Richarlyson trabalha como comentarista de futebol nos canais Globo



Depois de o ex-jogador e atual comentarista de futebol Richarlyson declarar que é bissexual e demonstrar preocupação com a homofobia, o Atlético, um dos clubes que o ex-atleta defendeu e conquistou títulos importantes, se manifestou em apoio nas redes sociais. O Galo rechaçou qualquer forma de preconceito e elogiou a atitude de Richarlyson.

Richarlyson disse, em entrevista ao podcast "Nos Armários dos Vestiários", da Globo, que é bissexual e comentou ainda sobre os ataques sofridos pelos adeptos do movimento LGBTQIA+. "Pelo tanto de pessoas que falam que é importante meu posicionamento, hoje eu resolvi falar: sou bissexual. Se era isso que faltava, ok. Pronto. Agora eu quero ver se realmente vai melhorar, porque é esse o meu questionamento", declarou.

O ex-jogador foi além e também se posicionou sobre os casos de homofobia no país: "A vida inteira me perguntaram se sou gay. Eu já me relacionei com homem e já me relacionei com mulher também. Só que aí eu falo hoje e daqui a pouco estará estampada a notícia: 'Richarlyson é bissexual'. E o meme já vem pronto. Dirão: 'Nossa, mas jura? Eu nem imaginava'." 

"Cara, eu sou normal, eu tenho vontades e desejos. Já namorei homem, já namorei mulher, mas e aí? Vai fazer o quê? Nada. Vai pintar uma manchete que o Richarlyson falou em um podcast que é bissexual. Legal. E aí vai chover de reportagens, e o mais importante, que é pauta, não vai mudar, que é a questão da homofobia. Infelizmente, o mundo não está preparado para ter essa discussão e lidar com naturalidade com isso", afirmou Richarlyson.



Na noite desta sexta-feira, o Atlético divulgou um texto em apoio a Richarlyson no Twitter. O clube frisou que é contra qualquer tipo de desrespeito à orientação sexual de um cidadão. E valorizou a postura do ex-jogador de comentar sobre um tema que para muitos ainda é uma espécie de tabu no Brasil. 

"Ao campeão da Libertadores, os nossos parabéns pela coragem. Richarlyson, obrigado por reconhecer que o Galo é o único time em que jogou, no qual não sofreu preconceito. O Galo é time de todos e de todas! Que o futebol seja campo de respeito à qualquer orientação sexual", postou o Atlético no perfil oficial no Twitter.

HOMOFOBIA NO FUTEBOL

Na mesma entrevista, Richarlyson fez um apelo para que seja encerrado de vez qualquer tipo de homofobia no futebol e no esporte em geral. "Você me entende por que eu acho que é desnecessário às vezes você se rotular? Tem uma questão mais importante, tem gente morrendo, o Brasil é o país que mais mata homossexuais. E a gente está aqui falando de futebol, ok, mas o futebol é um negocinho pequeno. Ah, mas sua fala pode ajudar. Não, não vai ajudar. Quem é Richarlyson, pelo amor de Deus?! Sou um mero cidadão comum, que teve uma história bacana no futebol, mas eu não vou poder mover montanhas para que acabem esses crimes, para que acabe a homofobia no futebol", completou o ex-jogador.

Richarlyson defendeu o Galo entre 2011 e 2014 e manteve trajetória de títulos
foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

Richarlyson defendeu o Galo entre 2011 e 2014 e manteve trajetória de títulos



CARREIRA VITORIOSA

Richarlyson defendeu o Atlético entre 2011 e 2014. Atuou em 122 jogos e marcou três gols. Pelo clube alvinegro ele conquistou duas vezes o Campeonato Mineiro, em 2012 e 2013, e ajudou o Galo a levantar a taça inédita e histórica da Copa Libertadores, em 2013.

O melhor momento de Richarlyson na carreira ocorreu entre 2005 e 2010, quando defendeu o São Paulo e chegou à Seleção Brasileira. No time paulista, conquistou o Mundial de Clubes da FIFA (2005) e três Campeonatos Brasileiros (2006, 2007 e 2008).

Após encerrar a carreira no futebol, ele chegou a participar de dois realities shows da Record. Em 2017, fez parte do elenco do programa Dancing Brasil, apresentado por Xuxa. Em 2020, foi escalado e ganhou a única edição do Made in Japão, programa de Sabrina Sato. Hoje, Richarlyson é comentarista da TV Globo.


Compartilhe