UAI

2

Roberto Carlos diz que Hulk, do Atlético, merece disputar a Copa do Mundo

Ex-lateral-esquerdo da Seleção Brasileira diz que colocaria atacante do Galo na lista de jogadores para o Mundial do Catar

25/06/2022 10:05
compartilhe
Hulk é o grande astro do Atlético e vem brilhando pelo time em 2022
foto: Pedro Souza/Atlético

Hulk é o grande astro do Atlético e vem brilhando pelo time em 2022

O ex-lateral-esquerdo Roberto Carlos, astro da Seleção Brasileira e do Real Madrid, afirmou que convocaria o atacante Hulk para a Copa do Mundo do Catar, em novembro. De acordo com o ex-jogador, o atacante do Atlético merece uma vaga na lista de Tite pelo futebol que vem apresentando com a camisa alvinegra.

"Não é uma oportunidade mais, é a realidade. Ele está jogando bem. Não sou treinador, mas colocaria ele na lista. Tem que dar uma oportunidade, uma possibilidade para ele jogar", disse Roberto Carlos, em entrevista a Jaeci Carvalho, colunista do Estado de Minas.


Para Roberto Carlos, o momento de Hulk precisa ser observado por Tite. Nesta temporada, o atacante do Galo tem 21 gols e cinco assistências em 27 partidas disputadas.

"O momento é bom, ele pode voltar. Eu levaria, é lógico. Tem que ter jogadores que já estão acostumados a jogar na Seleção Brasileira e aproveitar o momento de alguns".

Por fim, Roberto Carlos diz que não sabe se, caso convocado, Hulk entraria em campo na Copa do Mundo. No entanto, ele diz que o jogador Atlético merece estar na lista final de 26 jogadores do técnico Tite.

"Não sei se ele vai jogar, isso é o de menos. Mas ele tem que estar no grupo porque é muito bom jogador", concluiu.

Esperança mantida


Após a vitória sobre o Flamengo, no Mineirão, por 2 a 1, na última quarta-feira, Hulk afirmou que mantém esperança de disputar a Copa do Mundo. Ele foi o grande destaque do triunfo do Galo, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil, com um gol e uma assistência.

"Enquanto a gente estiver jogando em alto nível e competindo, a gente tem esperança. Claro que depende muito do professor. Não é fácil selecionar 26 jogadores se tratando de Seleção Brasileira. Temos que focar no nosso individual, com saúde, sem lesões, para que, quem sabe, ter essa oportunidade de disputar mais uma Copa. Não é um sonho só meu como da minha família", destacou o camisa 7, que disputou o Mundial de 2014, no Brasil, com a Seleção Brasileira. 

Os 50 maiores artilheiros da história do Atlético



Compartilhe