UAI

2

Turco valoriza triunfo com Atlético 'desgastado': 'Muito valioso'

Galo venceu o Juventude por 2 a 1 neste sábado (2), pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro; treinador avaliou duelo como "muito difícil" e comemorou

02/07/2022 19:15
compartilhe
Turco elogiou atuação do Atlético em vitória diante do Juventude pelo Campeonato Brasileiro
foto: Pedro Souza/Atlético

Turco elogiou atuação do Atlético em vitória diante do Juventude pelo Campeonato Brasileiro


Diante do desgaste pela longa sequência de jogos importantes no Atlético, o técnico "El Turco" Mohamed valorizou o triunfo sobre o Juventude por 2 a 1 neste sábado (2), no Estádio Alfredo Jaconi, pela 15ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. "Muito valioso", analisou o treinador.
 
 

Turco reconheceu o desgaste que acomete a maior parte do time titular do Atlético. Na madrugada da última terça-feira para quarta-feira, a equipe voltou de viagem do Equador após empate com o Emelec em jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América.

Neste sábado, o Galo teve atuação convincente diante do Juventude e assumiu a vice-liderança do Brasileirão. Mohamed analisou a dificuldade do confronto e elogiou a contundência da equipe.

"Muito valioso o triunfo. Jogo muito complicado, muito difícil. O rival fez uma grande partida, mas hoje fomos contundentes - coisa que outras vezes não fomos. A equipe retomou essa contundência e pudemos ganhar um jogo muito difícil", disse.

O treinador argentino também avaliou o erro do Atlético que ocasionou o gol do Juventude na reta final do segundo tempo. "Quando tomamos o gol, começamos a ter a bola. Acredito que o que passou é que fomos defender muito atrás e deixamos de ter a bola, de somar passes. Isso foi o que fez com que o rival pudesse ter a finalização. Nada mais", completou.
 

Juventude x Alético: fotos do jogo no Alfredo Jaconi pelo Brasileiro

 

Jogadores desgastados e elogios


Turco explicou o que pensou como estratégia para o duelo contra o Juventude. A escalação inicial, com quatro atacantes, visava dar mais força ao time nos contra-ataques.

"Sabemos que temos jogadores fisicamente com muitos minutos, muita carga. Caso do Ademir, que tentamos guardar para terça, para Libertadores, porque estava muito cansado. Tudo saiu bem. Sabemos que, às vezes, uma mudança tão grande muda um pouco o funcionamento da equipe, mas era o que necessitávamos. Sabíamos que jogávamos contra um time que estava descansado, que tinha muita energia, então fizemos uma escalação com quatro atacantes para poder fazer transições, contra-ataques, e saiu bem", analisou.
 
 

O técnico argentino também elogiou os jogadores que não vinham tendo minutagem e atuaram como titulares diante do Juventude. Ele citou os zagueiros Réver e Igor Rabello, o meio-campista Calebe e o atacante Eduardo Sasha.

"Muito bom trabalho de todos, inclusive os que não vinham jogando muitos minutos. Os zagueiros, Réver e Igor. Calebe, Sasha... os jogadores que participavam menos minutos fizeram um grande esforço, e os que entraram também. Temos que continuar. Estamos bem, mas isso continua. Eu sempre falo o mesmo: a conta se faz no final, não agora. Boa partida, bom jogo", encerrou Turco.

O próximo compromisso do Atlético tem caráter de decisão. Na terça-feira (5), às 19h15, o Galo recebe o Emelec no Mineirão, em Belo Horizonte, para o jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores da América.

No duelo de ida, no Equador, as equipes empataram em 1 a 1. Sendo assim, o time de "El Turco" Mohamed precisa de uma vitória no Gigante da Pampulha para avançar às quartas de final. Em caso de novo empate, a decisão da vaga ocorrerá nos pênaltis.

Compartilhe