UAI

2

Atlético visita Botafogo por emprego de Turco e liderança do Brasileiro

Galo pode assumir a ponta da Série A caso vença e a combinação de resultados seja favorável; em caso de resultado negativo, treinador deve ser demitido

17/07/2022 05:30 / atualizado em 17/07/2022 08:14
compartilhe
Turco Mohamed está na corda bamba no Atlético
foto: Pedro Souza/Atlético

Turco Mohamed está na corda bamba no Atlético

O Atlético tem um jogo que pode decidir o rumo da temporada do clube na noite deste domingo. A partir das 18h, o Galo visita o Botafogo, no estádio Nilton Santos, e pode até assumir a liderança do Campeonato Brasileiro em caso de vitória. Mas, um resultado negativo pode significar o fim da linha para Turco Mohamed no comando da equipe.

Fotos do último treino do Atlético antes do jogo contra o Botafogo


Os últimos dias foram de pressão no Atlético. Depois da eliminação da Copa do Brasil para o Flamengo, em jogo que o Galo não deu nenhum chute na direção do gol, a diretoria alvinegra fez algumas reuniões. O técnico argentino ganhou mais um voto de confiança e o jogo desta noite é crucial para a sequência do trabalho. 

Pelo cenário atual, é difícil imaginar a continuidade do trabalho em caso de derrota no Rio de Janeiro. As cobranças externas ganharam força e chegaram ao ambiente interno na Cidade do Galo. Havia divergências na cúpula alvinegra sobre a permanência de Turco Mohamed, mas, em uma reunião na última sexta-feira, os integrantes da diretoria alinharam o discurso e decidiram dar uma nova chance ao técnico. "É o nosso treinador", repetiram, com diferentes palavras, algumas fontes consultadas pela reportagem.

O cenário negativo já foi citado acima. Mas o Atlético enfrenta um adversário que também está em crise. Uma vitória nesta noite pode deixar o Galo na liderança do Campeonato Brasileiro (os resultados desse sábado foram favoráveis). Assumir a ponta neste momento pode diminuir, consideravelmente, a pressão no treinador atleticano.

O goleiro Everson defendeu o trabalho de Turco Mohamed no Atlético. "O professor Turco é um grande treinador, uma grande pessoa, todos aqui do elenco gostamos dele não só como treinador, mas como pessoa. Infelizmente a gente trabalha no futebol brasileiro e a gente sabe como é. A gente vem de cinco derrotas no ano, que é um número muito baixo", destacou o goleiro.

Ele acredita que o Atlético está fazendo uma boa temporada. "Hoje, a gente está brigando pela liderança do Campeonato Brasileiro, estamos nas quartas de final da Libertadores contra um grande adversário, estamos tendo um bom ano. Mas, infelizmente, dentro das cinco derrotas no ano teve a eliminação da Copa do Brasil. E a gente sabe que começa alguns questionamentos de fora para dentro, principalmente no treinador", disse Everson.

O Botafogo também está com o treinador na corda bamba. Luís Castro viu a equipe ser eliminada da Copa do Brasil pelo América com 5 a 0 no placar agregado. O time carioca também faz Brasileirão irregular, ocupando o 10° lugar, com 21 pontos, três acima do Ceará, primeira equipe do Z4.

Atlético


O técnico Turco Mohamed tem o elenco principal praticamente completo à disposição para o jogo contra o Botafogo. A única ausência deve ser o lateral-esquerdo Dodô, que testou positivo para COVID-19 no último domingo.
 
Turco Mohamed deve mexer no time atleticano. A tendência é de mudanças em relação ao time que perdeu para o Flamengo, na última quarta-feira, e acabou eliminado da Copa do Brasil.
 
As principais mudanças devem ocorrer no ataque. Keno e Vargas, reservas contra o Rubro-Negro, podem retomar lugar na equipe titular nos lugares de Ademir e Zaracho. 

Na lateral direita, Mariano, que vem sendo poupado com maior frequência em função da questão física, pode começar no banco de reservas para a entrada de Guga. Quem também pode sair do banco de reservas e começar o jogo é Otávio.

Botafogo


O Botafogo tem problemas para enfrentar o Atlético. Os laterais Hugo e Daniel Borges foram expulsos contra o Cuiabá e estão fora do duelo deste domingo. A opção para a lateral esquerda é o jovem DG, de 21 anos, que faz parte do time de aspirantes do Alvinegro.

O volante Patrick de Paula pode ficar fora do jogo. Ele deixou o gramado contra o América, na última quinta-feira, com dores musculares e não deve estar à disposição neste domingo.

Outra mudança pode acontecer no sistema defensivo do Botafogo. O técnico Luís Castro pode alterar o esquema, deixando de jogar com três zagueiros para ter mais um homem no meio-campo. Caso opte por essa formação, Lucas Piazon deve assumir o lugar de Joel Carli.

BOTAFOGO X ATLÉTICO


Botafogo

Gatito; Kanu, Carli (Lucas Piazon) e Philipe Sampaio; Saravia, Del Piage (Sauer), Tchê Tchê (Oyama), Lucas Fernandes e DG; Erison e Vinícius Lopes (Matheus Nascimento)
Técnico: Luís Castro

Atlético

Everson; Mariano (Guga), Nathan Silva, Alonso e Arana; Allan, Jair (Otávio) e Nacho; Ademir (Vargas), Zaracho (Keno) e Hulk
Técnico: Turco Mohamed

Motivo: 17ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Nilton Santos
Data e horário: domingo, 17 de julho, às 18h

Árbitro: Raphael Claus (FIFA/SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA/SP) e Evandro de Melo Lima
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (VAR-FIFA/SP)

Transmissão: Premiere e Globoplay

Compartilhe