UAI

2

Torcida do Atlético faz homenagem a Bárbara Vitória no Mineirão

Aos 10 minutos do jogo contra o Palmeiras, atleticanos aplaudiram e cantaram o nome da menina, encontrada morta nessa terça-feira

03/08/2022 21:59 / atualizado em 04/08/2022 09:44
compartilhe
Aos 10 minutos do jogo contra o Palmeiras, atleticanos aplaudiram e cantaram o nome da menina, encontrada morta nessa terça-feira
foto: Alexandre Guzanshe/EM/DAPress

Aos 10 minutos do jogo contra o Palmeiras, atleticanos aplaudiram e cantaram o nome da menina, encontrada morta nessa terça-feira



A torcida do Atlético fez uma bela homenagem para Bárbara Vitória, menina de dez anos encontrada morta nessa terça-feira, no Bairro Landi 2ª Seção, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ela vestia uma camisa do clube alvinegro. 

Da euforia à frustração: fotos da torcida do Atlético diante do Palmeiras



Aos 10 minutos de jogo, idade de Bárbara, os atleticanos cantaram o nome da garota nas arquibancadas do Mineirão no duelo contra o Palmeiras, pela ida das quartas de final da Copa Libertadores. 

Antes do início da partida, os dois times fizeram um minuto de silêncio em homenagem a Bárbara Vitória no Mineirão.

Bárbara Vitória foi enterrada nesta quarta-feira, no Cemitério Bosque da Esperança. O presidente do Atlético, Sérgio Coelho, esteve presente no local, prestou homenagens à garota e entregou nas mãos dos pais de Bárbara uma bandeira do clube. Emocionados, eles agradeceram o presente.



O caso


O corpo de Bárbara foi encontrado pela Polícia Militar no campo de futebol Pedra Branca, na região de Justinópolis, em Ribeirão das Neves, na manhã dessa terça-feira (2). O corpo da menina foi visto por uma vizinha do campo, que acionou os militares.

Bárbara Vitória desapareceu no domingo (31/07) depois de ir a uma padaria. O corpo estava com uma camisa do Atlético, tal como usava a garota quando desapareceu, mas sem roupas de baixo e com sinais de violência.
 
Vídeos de câmeras de segurança registraram o momento em que a menina desce uma rua com a sacola de pão na mão e, logo em seguida, dois homens passam correndo na mesma direção.

Compartilhe