UAI

2

Justiça concede liberdade provisória a Renan mediante pagamento de fiança

Aos 20 anos, zagueiro do RB Bragantino rá responder por homicídio culposo (quando não há intenção de matar)

23/07/2022 16:26
compartilhe
Renan pertence ao Palmeiras, onde esteve desde o Sub-13, e foi emprestado ao Bragantino em abril deste ano
foto: Ari Ferreira/Bragantino

Renan pertence ao Palmeiras, onde esteve desde o Sub-13, e foi emprestado ao Bragantino em abril deste ano


Neste sábado, a Justiça concedeu liberdade provisória ao zagueiro Renan, do Bragantino, detido na sexta-feira por homicídio a um motociclista, em Bragança Paulista. Para isso, o jogador terá que pagar uma fiança no valor de 200 salários mínimos, equivalente a R$ 242 mil.

Contratações dos times da Série A para o segundo semestre



A informação da quantia foi divulgada inicialmente pelo repórter Lucas Rangel, da TV Vanguarda, e confirmada pela Gazeta Esportiva.

Além do pagamento, o defensor precisará comparecer em todos os atos do processo. Ele também foi proibido de frequentar bares e casas de show e terá que entregar seu passaporte à Polícia Federal em um prazo de 72 horas.

Emprestado pelo Palmeiras ao Massa Bruta, Renan, de 20 anos, irá responder por homicídio culposo (quando não há intenção de matar), com os agravantes de dirigir sob o efeito de álcool e não estar habilitado a dirigir um veículo - ele havia cometido uma grave infração de trânsito durante o período de permissão da CNH e perdeu sua habilitação.

O atleta estava dirigindo um carro e colidiu com o motociclista, que acabou falecendo. Segundo o G1, ele ainda teria se recusado a fazer o teste do bafômetro.

Renan pertence ao Palmeiras, onde esteve desde o Sub-13, e foi emprestado ao Bragantino em abril deste ano. Com o Verdão, tem vínculo até 2025.

Compartilhe