UAI


Brusque encerra série ruim na Série B em jogo com suposta injúria racial

Time catarinense bate o Brasil-RS em Pelotas; atletas alegam xingamentos

29/09/2021 21:19
compartilhe
Em Pelotas, Brusque se recuperou diante do lanterna, mas suposto ato de injúria racial foi destaque negativo
foto: Volmer Perez/Brasil de Pelotas

Em Pelotas, Brusque se recuperou diante do lanterna, mas suposto ato de injúria racial foi destaque negativo

 
O Brusque, após longos 12 jogos - seis empates e seis derrotas -, voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro, ao superar o lanterna Brasil-RS, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, em pleno Estádio Bento de Freitas, em Pelotas, pela 27ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Além do fim da série negativa, o jogo também ficou marcado por um suposto ato racista. Jogadores reservas do Brusque reclamaram de xingamentos vindos das arquibancadas. A polícia identificou o suposto agressor e o retirou do estádio.

Em campo, Diego Mathias e Garcez fizeram os gols que tiraram o Brusque da zona de rebaixamento. O time catarinense subiu para o 16º lugar com 29 pontos, a dois da degola. O Brasil-RS, por outro lado, segue na última colocação com 16 pontos. Para piorar, o clube gaúcho chegou a maior sequência sem vitórias de toda a sua história. São 15 partidas sem vencer - dez derrotas, sendo quatro seguidas, e cinco empates -, superando os 14 jogos do Gauchão de 2009.

Pela 28ª rodada, o Brasil visitará o Cruzeiro no Independência, em Belo Horizonte, no próximo domingo, às 11h. O Brusque, por sua vez, jogará no sábado, às 16h, contra o Guarani no Augusto Bauer.

O JOGO

Brasil e Brusque fizeram um primeiro tempo morno e sem grandes oportunidades. O único lance de perigo ocorreu nos acréscimos, aos 46 minutos. A zaga do Brasil afastou mal e Nonato soltou um petardo. A bola acertou a trave do goleiro Marcelo.

O segundo tempo, ao menos, começou quente. Logo aos 5 minutos, Diego Mathias, que entrou na vaga de Nonato no intervalo, abriu o marcador para o Brusque. Ele aproveitou rebote do goleiro Marcelo para cutucar para as redes. O Brusque se animou e voltou a acertar a trave gaúcha aos 13 minutos. Edu recebeu na meia lua e bateu firme. A bola acertou a trave.

Pouco antes do lance, os jogadores do clube catarinense que estavam no aquecimento, reclamaram da torcida do Brasil. Os torcedores teriam atirado objetos e até mesmo cometido atos racistas. O jogo chegou a ficar parado, mas logo recomeçou. Nas arquibancadas, porém, os policiais foram até um torcedor e o retiraram do estádio.

O Brasil apareceu aos 27 minutos, quando Rone pegou de primeira, mas Ruan fez grande defesa. No lance seguinte, Arthur Henrique encheu o pé e mandou no travessão do Brusque. Aos 45 minutos, Garcez recebeu livre e tocou por cima do goleiro para ampliar e matar o jogo.

BRASIL-RS 0 x 2 BRUSQUE


BRASIL-RS
Marcelo; Vidal, Arthur Henrique, Heverton e Kevin; Wesley (Rômulo), Bruno Matias, Rildo (Renatinho) e Netto; Caio Rangel (Rone) e Júnior Viçosa (Gabriel Poveda)
Técnico: Jerson Testoni

BRUSQUE 
Ruan Carneiro; Toty, Ianson, Éverton Alemão e Marcelo; Nonato (Diego Mathias), Rodolfo, Garcez, Zé Mateus e Thiago Alagoano (Jhon Cley); Edu (Tony)
Técnico: Waguinho Dias

Local: Bento de Freitas, em Pelotas (RS)
Data: quarta-feira, 29 de setembro
Árbitro: Jonathan Antero Silva (RO) 
GOLS: Diego Mathias, aos 5, e Garcez, aos 45min do 2ºT
Cartões amarelos: Bruno Matias, Caio Rangel (BRASIL-RS); Zé Mateus, Garcez (BRUSQUE)

Compartilhe