Criciúma

SPORT

Sport vence Criciúma com gol de pênalti e fica a um jogo do retorno à Primeira Divisão

Rubro-negro consegue triunfo pelo placar mínimo sobre Tigre Catarinense, com gol de Guilherme, que iguala Hernane Brocador na artilharia da Série B

postado em 09/11/2019 18:25 / atualizado em 09/11/2019 20:03

(Foto: Tarciso Augusto/Esp. DP Foto)
Depois de três tropeços seguidos, o Sport voltou a vencer. Com gol solitário de Guilherme, de pênalti, o Leão venceu o Criciúma na Ilha do Retiro e manteve as possibilidades de já concretizar o acesso à Série B na próxima rodada, a depender de combinação de resultados. O jogo ainda teve dois gols polêmicos anulados, um para cada lado e um cartão vermelho na reta final para o zagueiro Sandro, do Criciúma.

Para garantir o acesso com três rodadas de antecedência, o Sport precisa vencer o jogo contra o Botafogo/SP, em Ribeirão Preto, na próxima quarta-feira, às 21h30. Além disso, o Leão precisará torcer por tropeços de América Mineiro (contra o Cuiabá, na Arena Pantanal) e do Paraná Clube (Em casa, contra o São Bento), em dois jogos que acontecem nos dois dias anteriores ao jogo dos pernambucanos.

O JOGO

O Sport não teve pudor de ir ao ataque desde o início do jogo. Trabalhando jogadas em profundidade, subidas rápidas e cruzamentos, o Leão não teve dificuldades para chegar à área do Tigre, sem conseguir, porém, finalizar em gol. A pressa pelo gol não parecia criar maiores perigos para o Sport, que só via o Criciúma chegar em esparsas jogadas de contra-ataque.

Com o andar do jogo, o ritmo foi diminuindo e antes de meia hora, o Leão teve seu primeiro desfalque, com Hernane Brocador tendo que sair de campo após sofrer uma pancada no rosto. E Élton entrou para concretizar as duas melhores chances rubro-negras no primeiro tempo. Uma passou ao lado após toque recuado de Guilherme e outra foi por cima após sobra de escanteio.

SEGUNDO TEMPO

O segundo tempo já começou com perdas para o Sport. No primeiros minutos, Charles levou um cartão amarelo e garantiu a suspensão para o jogo contra o Botafogo/SP e, na sequência, Leandrinho teve de deixar o campo lesionado, dando espaço para Léo Artur. Com mais dificuldade para impor o ritmo do jogo, O Leão viu o Criciúma se arriscar mais ao ataque, e Roberto Cavalo mexeu no time, colocando dois homens a mais na frente.

Logo depois das mudanças, o jogo ganhou uma nova tônica. Quase de imediato, Léo Artur bateu da entrada da área e Hyuri desviou para o gol, mas a posição foi considerada irregular pela arbitragem. Lance polêmico. Na sequência, Reis entrou na área e bateu para uma grande saída de Luan Polli, evitando o gol. Como se não bastasse, logo depois, Guilherme cobrou falta da intermediária e ela passou por todo mundo para carimbar a trave catarinense.

O jogo se manteve equilibrado e Guto Ferreira, sabendo da importância da vitória, colocou Marquinho no lugar de Willian Farias, mas a mudança nem teve tempo para fazer a diferença quando o lateral Derlan agarrou Hyuri na área e o árbitro sinalizou o pênalti. Na cobrança, Guilherme bateu no lado direito e abriu o placar, igualando Hernane Brocador como artilheiro da Série B. Para garantir mais emoção, o Criciúma ainda teve um gol polêmico anulado por toque de mão do zagueiro Sandro, que, logo na sequência, foi expulso após falta dura no meio de campo.

FICHA DO JOGO

Sport 1
Luan Polli; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Willian Farias (Marquinho), Charles e Leandrinho (Léo Artur); Hyuri, Guilherme e Hernane Brocador (Élton). Técnico: Guto Ferreira.

Criciúma 0
Paulo Gianezini; Derlan, Sandro, Thales (Eduardo) e Bruno Oliveira; Foguinho, Wesley (Reinaldo), Jean Mangabeira (Vinícius) e Reis; Léo Gamalho e Andrew. Técnico: Roberto Cavalo.

Local: Ilha do Retiro, em Recife
Árbitro: Wagner Reway (PB)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz e Daiane Caroline Muniz dos Santos (ambos do PR)
Gols: Guilherme (35’ do 2º)
Cartões Amarelos: Sander (22’ do 1º), Charles (4’ do 2º) (SPO); Reis (17’ do 1º) (CRI)
Cartão Vermelho: Sandro (43’ do 2º) (CRI)
Público: 22.150 torcedores