Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro informa que Robinho passará por cirurgia no joelho esquerdo e prevê recuperação em até seis meses

Jogador se machucou na última quinta, durante a partida contra o Grêmio

postado em 07/12/2019 16:42 / atualizado em 07/12/2019 16:59

(Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
O Cruzeiro informou que o meia Robinho passará por cirurgia no joelho esquerdo e precisará de quatro a seis meses para se recuperar completamente. Responsável pelo procedimento com data a ser definida, Sérgio Campolina, chefe do departamento médico do clube, explicou que o atleta sofreu lesão no ligamento colateral medial e em outro ligamento responsável por estabilizar a patela.

O Robinho passou hoje por uma ressonância magnética no joelho esquerdo, que possibilitou a confirmação da lesão do ligamento colateral medial total, que é uma lesão de grau três. Além deste caso, o atleta apresentou uma lesão de um outro ligamento que estabiliza a patela, o osso anterior ao joelho, sendo que ambas são lesões cirúrgicas”, afirmou Campolina, ao site oficial do Cruzeiro.

“O procedimento deverá ser realizado nos próximos dias e não iremos definir ainda o prazo de recuperação, pois está muito ligado ao ato cirúrgico. Será um prazo menor do que o praticado em uma cirurgia de ligamento cruzado anterior. Imagino que o Robinho poderá ser liberado entre os próximos quatro a seis meses”, acrescentou.

Robinho se machucou aos 13 minutos do segundo tempo da partida contra o Grêmio, quinta-feira, em Porto Alegre. Depois de receber passe de Egídio e chutar rasteiro de pé esquerdo - Michel salvou ao cortar a bola de carrinho -, ele se chocou com o goleiro Paulo Victor quando correu para tentar pegar o rebote. Naquele momento, o jogo estava empatado por 0 a 0, e o técnico Adilson Batista já havia feito as três substituições.

Atendido pelo médico Sérgio Campolina, Robinho até se levantou, porém, em razão da grande dificuldade para caminhar, não teve condições de voltar a campo. Com um jogador a menos, o Cruzeiro não suportou a pressão do Grêmio e perdeu por 2 a 0, gols de Ferreira, aos 21min, e Pepê, aos 40min da etapa complementar.

Na entrevista coletiva, o técnico Adilson Batista afirmou que a saída de Robinho comprometeu a estratégia do Cruzeiro, até então bem postado defensivamente, apesar das dificuldades de criar chances de perigo no ataque. “ Evidentemente que ninguém esperava essa lesão. Até aquele momento tínhamos bom controle do jogo. Depois sofremos gol de contra-ataque, de escanteio, de desatenção, de outra bola desviada e de uma triangulação em um pênalti que aconteceu”.

Apesar de fazer temporada abaixo da média - assim como grande parte dos jogadores celestes -, Robinho é líder no fundamento de assistências do elenco em 2019, com oito passes para gols em 53 partidas. Este ano, o camisa 19 também balançou a rede em quatro oportunidades. Em julho, o Cruzeiro estendeu o contrato com o meia de 32 anos até dezembro de 2021.

Sem Robinho, o Cruzeiro entra em campo neste domingo com a missão de evitar um inédito rebaixamento à Série B. Além de vencer o Palmeiras, no Mineirão, o time celeste tem de contar com derrota do Ceará para o Botafogo, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Todos os duelos da 38ª rodada estão marcados para 16h.

Tags: lesão Cruzeiro Robinho interiormg futnacional seriea