Cruzeiro

CRUZEIRO

Presidente do Cruzeiro admite salários atrasados e diz que busca soluções

Sérgio Santos Rodrigues afirmou que é 'difícil dizer exatamente quantos meses'

postado em 18/05/2021 10:38 / atualizado em 18/05/2021 13:35

(Foto: Igor Sales/Cruzeiro)
O presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, revelou que os salários dos jogadores do clube não 'estão em dia’. O mandatário celeste não especificou quantos meses o clube deve e explicou que prioriza determinados pagamentos em certos períodos.

“Não, não (não estão em dia). Algumas partes aí, às vezes a gente paga a parte. É difícil eu dizer exatamente meses (atrasados). Mas, assim, às vezes a gente corta para pagar pelo menos tanto esse mês, esse mês vamos pagar um percentual maior de CLT, vamos pagar só a imagem, então”, disse Rodrigues, nessa segunda-feira, ao canal Clube Ligados, no YouTube.

Com uma dívida de quase R$ 900 milhões e sem a receita da Série A do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro passa por um difícil momento financeiro. Só em 2020, o clube registrou R$ 226 milhões de déficit em seu balanço.

Com isso, o dirigente da Raposa afirmou que conversa com o elenco e explica a situação. Ele também projetou uma melhora no cenário. “O elenco está ciente, o nosso papel realmente é conversar isso, explicar e mostrar para eles que, pelo contrário, quando muita gente acha que não tem solução, é que a gente está trabalhando para que essa solução ocorra. O cenário vai melhorar.”

O Cruzeiro volta a disputar uma partida oficial no dia 29 de maio (sábado), às 16h30, contra o Confiança, em Aracaju, na primeira rodada da Série B do Brasileiro. Antes, o time disputa dois jogos treinos neste sábado, contra Boa Vista e Boa Esporte. 
 
 

Tags: raposa serieb salarios financas interiormg futnacional sergio rodrigues presidente cruzeiro