Cruzeiro

CRUZEIRO

Árbitro de Cruzeiro x CRB relata reclamações de Deivid: 'Incompetentes'

Diretor técnico de futebol do clube reclamou da não marcação de gol para a Raposa no segundo tempo

postado em 07/06/2021 09:55 / atualizado em 07/06/2021 11:00

(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
O árbitro da partida entre Cruzeiro e CRB, Douglas Marques das Flores, de São Paulo, relatou xingamentos do ‘chefe de delegação’ da Raposa, DeividA derrota do time celeste por 4 a 3 nesse domingo, no Mineirão, pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, gerou reclamações e xingamentos por parte da torcida e do clube. 

Na súmula do jogo, o juiz revelou que o diretor técnico de futebol do Cruzeiro o xingou por uma decisão aos 35’ do segundo tempo, em que ele teria deixado de assinalar o gol para a equipe celeste pelo fato da bola não ter cruzado a linha por completo. 

“Informo que, no momento que a equipe de arbitragem se encontrava no túnel que dá acesso ao vestiário, o chefe da delegação da equipe do Cruzeiro Esporte Clube, sr. Deivid de Souza proferiu várias vezes de forma grosseira os seguintes dizeres: ‘não é possível que vocês não viram que a bola entrou, vocês são uns incompetentes, a gente só é prejudicado, como que vocês não viram a bola entrar’”, relatou. 

No momento da polêmica, o CRB vencia por 3 a 2. Cinco minutos após a não marcação do árbitro, a Raposa empatou a partida com Matheus Barbosa, mas levou o quarto gol nos minutos finais e saiu derrotada.

Revolta 

O lance polêmico também gerou revolta no técnico Felipe Conceição. Ele ainda reclamou de uma falta marcada no início do lance do quarto gol do CRB, cometida por Rômulo. O comandante celeste chegou a afirmar que o Cruzeiro foi roubado. 

“São várias situações dentro de uma partida que você sente que estão mal intencionados. Que estão puxando para o outro lado. Isso é um absurdo. Aqui a gente trabalha todos os dias de maneira honesta e tem um trio de arbitragem que vem e rouba a gente. Até quando a gente vai aguentar isso no futebol brasileiro?”, questionou em entrevista coletiva após o jogo.

Conceição lembrou da derrota para o Confiança por 3 a 1, na primeira rodada do campeonato, em que o time teve duas expulsões e, segundo ele, um pênalti em Airton que não teria sido marcado. O treinador cobrou um movimento da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). 

“A gente tem que esperar algum movimento da CBF, alguma coisa, para melhorar isso. Não é possível. Até quando a gente vai trabalhar, trabalhar e ser prejudicado de maneira tão grotesca nos jogos de futebol? O Cruzeiro foi prejudicado nos dois jogos. Esses seis pontos vão na conta de quem? Da equipe? Do treinador? Do presidente? Do diretor? E a arbitragem?”.

O Cruzeiro volta a campo na quarta-feira, às 19h, contra a Juazeirense, no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro, na Bahia, na terceira fase da Copa do Brasil. A Raposa tem a vantagem do empate, já que venceu a primeira partida por 1 a 0.

Tags: cruzeiro deivid arbitro serieb polemica xingamento interiormg futnacional crbal douglas marques