Torcida do Cruzeiro usa hamsters e faz varal de 'procurados' no Barro Preto

Protesto foi feito antes de encontro que reunirá conselheiros no local

14/07/2021 17:56 / atualizado em 14/07/2021 18:39
compartilhe

Torcedores do Cruzeiro usam hamsters e fazem 'varal de procurados' em protesto

Torcedores do Cruzeiro realizaram novo protesto nesta quarta-feira, na porta do Parque Esportivo do Barro Preto, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Diferentemente das manifestações convencionais, em que se faz uso de bandeiras, faixas e instrumentos, desta vez os cruzeirenses levaram hamsters em uma gaiola ao local.

Além disso, foi feito um varal de 'procurados' com nomes e fotos de dirigentes que participaram das gestões do ex-presidente Wagner Pires de Sá (2018-2019) e também do atual mandatário, Sérgio Santos Rodrigues.

Estão entre os lembrados no ato, além de Pires de Sá e Sérgio, o ex-presidente Gilvan de Pinho Tavares (2012-2017), o ex-presidente do Conselho Deliberativo, Paulo Pedrosa, o ex-diretor-geral Sérgio Nonato, o ex-vice-presidente de futebol, Itair Machado, o gestor da Toca da Raposa II, Benecy Queiroz, o conselheiro Fernando Torquetti e o vice-presidente administrativo, Edson Potsch.

Desde 2019, quando foi rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro na gestão de Wagner Pires de Sá, o Cruzeiro vive uma crise sem fim. Sem dinheiro para pagar contas feitas ainda na administração de Gilvan de Pinho Tavares, a Raposa tem dívida total próxima a R$ 1 bilhão.

Em campo, o Cruzeiro trocou cinco vezes de treinador desde o início da última temporada. Em nenhum momento, porém, a Raposa conseguiu, até aqui, ultrapassar a 10ª colocação na tabela da Série B. A administração do departamento de futebol feita pela gestão de Sérgio Rodrigues é alvo de muitas críticas.

Hamsters foram usados em protesto feito pela torcida do Cruzeiro
foto: Reprodução/Internet

Hamsters foram usados em protesto feito pela torcida do Cruzeiro



Compartilhe