Cruzeiro

CRUZEIRO

Após derrota do Cruzeiro, Mozart admite futuro incerto: 'Entendo a pressão'

Time celeste chegou ao sétimo jogo sem vitória na derrota por 1 a 0 para o Remo, nesta terça-feira, em Belém-PA

postado em 20/07/2021 21:59 / atualizado em 20/07/2021 23:50

(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
O Cruzeiro vive seu pior momento técnico desde que foi rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro, em 2019. Comandado por Mozart, o time celeste chegou ao sétimo jogo consecutivo sem vitória ao ser superado por 1 a 0 pelo Remo, nesta terça-feira. Após o duelo, em Belém-PA, o treinador deixou seu futuro nas mãos da diretoria e disse compreender a 'pressão externa'.

"Tenho clima (para permanecer). Com certeza. Minha relação com os jogadores é ótima. Mais uma vez tenho que enaltecer o que eles fizeram. Claro que a derrota dói pela maneira que se desenhou o jogo, que estava equilibrado. O menino (Victor Andrade) acertou um chute de rara felicidade, que talvez tenha sido a única oportunidade que eles criaram no primeiro tempo", analisou Mozart.

"Eu jamais vou abaixar a guarda. Esses jogadores, tenho certeza, também não. Aí se eu vou permanecer, se não vou, fica a cargo da diretoria. Eu entendo a pressão externa, a pressão da torcida, entendo tudo. Se a diretoria achar por bem existir uma mudança, eu vou achar natural, justamente pela questão dos resultados. Mas acredito que podemos reverter. Hoje demonstramos que podemos reverter", complementou.

Mozart comandou o Cruzeiro em 11 jogos até aqui. São duas vitórias, cinco empates e quatro derrotas - aproveitamento de 36,4% dos pontos disputados. Desde que foi rebaixado, a Raposa nunca havia ficado tanto tempo sem somar três pontos.

Na última semana, o dia a dia do Cruzeiro foi marcado por dois protestos. O primeiro, no domingo, quando a Máfia Azul, principal torcida organizada do clube, invadiu a Toca da Raposa II para cobrar resultados. Depois, nessa segunda-feira, no Boulevard Shopping, local dos escritórios administrativos.

Com a derrota no Pará e o triunfo do Vitória sobre a Ponte Preta, o Cruzeiro encerrou a 13ª rodada da Série B na zona de rebaixamento. O clube é o novo 17º colocado, com 11 pontos em 13 jogos. O Brasil-RS, primeira equipe fora do Z4, tem 11 pontos em 12 jogos.

Se permanecer no cargo, o próximo compromisso de Mozart pelo Cruzeiro será na  no sábado, às 16h30, diante do Vila Nova, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, também conhecido como OBA, em Goiânia-GO.


Tags: serieb interiormg futnacional mercadobola