Diretor critica contrato de Barbosa e diz que Cruzeiro receberá por Airton

Atacante, que tem contrato até dezembro de 2021, foi emprestado ao Ceará

22/07/2021 16:53
compartilhe
Airton e Matheus Barbosa optaram por deixar o Cruzeiro
foto: Montagem com fotos de Bruno Haddad/Cruzeiro

Airton e Matheus Barbosa optaram por deixar o Cruzeiro

Executivo de futebol do Cruzeiro desde o início de junho, Rodrigo Pastana questionou o contrato feito pelo clube com o Avaí, em fevereiro, que tratou do empréstimo do volante Matheus Barbosa. 

Uma cláusula do acordo costurado pelo então diretor da Raposa, André Mazzuco, permitia que os catarinenses solicitassem o retorno do jogador em caso de ofertas do exterior ou de equipes da Série A. Nessa terça-feira, o Atlético-GO demonstrou interesse em Matheus Barbosa, que decidiu deixar o Cruzeiro.

"Em relação ao Matheus Barbosa, era uma situação contratual. Me pegou de surpresa. Eu jamais imaginaria que um clube como o Cruzeiro deixasse uma cláusula insegura como essa, de liberação para clubes da Série A", criticou Pastana

"Essa cláusula existe no contrato dele, de liberação para clubes de Série A, mesmo que não seja onerosa. Ele preferiu aceitar uma oferta do Atlético-GO (...) Ofereceram um contrato maior para ele, até dezembro de 2022. Até tentamos demovê-lo da ideia, mas ele já tinha ideia fixa de jogar a Série A e ter um ano e meio de contrato", explicou. 

A reportagem buscou contato com André Mazzuco, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem, que poderá ser atualizada a qualquer momento. 

Dinheiro por Airton


Outro jogador que deixou o Cruzeiro nesta semana foi o atacante Airton. Depois de receber sondagens de Bahia e Fortaleza e de um clube japonês, o jogador acertou com o Ceará

Na entrevista coletiva gravada, Pastana revelou que o Cruzeiro receberá uma quantia pelo empréstimo do jogador de 22 anos, que tem contrato com os mineiros até dezembro de 2023.  

"Airton já havia recebido duas sondagens de clubes da Série A, já tinha exposto a vontade de sair do clube por motivos pessoais. Ele não vinha desempenhando um resultado esportivo satisfatório, então a gente avaliou que seria uma boa a proposta do Ceará. Devemos fechar nos próximos dias", informou Pastana.

Compartilhe