Na mira do Cruzeiro, Mattos diz que recusou oferta para ser CEO de um clube

Executivo está nos Estados Unidos, onde realiza cursos de gestão esportiva

31/10/2021 15:17
compartilhe
Alexandre Mattos participou recentemente, ao lado do presidente do Cruzeiro, Sérgio Rodrigues, de um congresso sobre futebol em Portugal
foto: Global Football Management/Divulgação

Alexandre Mattos participou recentemente, ao lado do presidente do Cruzeiro, Sérgio Rodrigues, de um congresso sobre futebol em Portugal

Preferido do Cruzeiro para a vaga de executivo de futebol, Alexandre Mattos revelou, em seu Instagram, que recusou recentemente uma oferta para ser CEO (diretor executivo) de um clube. A afirmação foi feita em resposta a um seguidor que o questionou sobre a possibilidade de trabalhar em uma Sociedade Anônima do Futebol.

"Já analisou a possibilidade de se tornar CEO em alguma SAF?", perguntou o internauta. "Recebi a uns meses atrás um convite para ser CEO de um clube, o qual me orgulhou muito, e como já tinha me voltado a vir para os EUA me preparar mais e estudar, recusei. Estou me capacitando para ser melhor do que já fui e mais completo em conceitos e conhecimento (sic)", respondeu o executivo.

O Superesportes apurou que Mattos recebeu, recentemente, convites do Cruzeiro, que espera criar a Sociedade Anônima do Futebol em dezembro, e do Avaí, adversário da Raposa na Série B do Campeonato Brasileiro e que desligou o executivo Marco Aurélio Cunha em agosto. O Bahia também chegou a consultar o executivo neste ano. 

As contratações feitas pelo Cruzeiro com Alexandre Mattos na diretoria de futebol

Apesar de Mattos ter recusado um convite inicial do Cruzeiro, a expectativa na Toca II ainda é de contratar o dirigente em 2022. Pensando nisso, o clube preferiu ficar sem um responsável pela pasta até o fim desta temporada. Em 4 de outubro, a Raposa demitiu o então diretor Rodrigo Pastana.

Mattos foi diretor de futebol do Cruzeiro de março de 2012 a dezembro de 2014. Nesse período, o clube conquistou duas edições do Campeonato Brasileiro (2013 e 2014) e uma do Mineiro (2014), além de ser finalista da Copa do Brasil de 2014.

Em 2015, o executivo foi trabalhar no Palmeiras, onde permaneceu até dezembro de 2019 e levantou mais três troféus: Copa do Brasil de 2015 e Série A de 2016 e 2018. Já em 2020, Mattos prestou uma espécie de consultoria de uma semana ao Cruzeiro antes de seguir para o Atlético, clube que deixou em janeiro de 2021.

Embora tenha ganhado o rótulo de "gastador", Alexandre teve experiência de montar elencos com poucos recursos. De 2005 a 2011, ele foi diretor do América, que conquistou a Série C, em 2009, e terminou a Série B de 2010 em quarto lugar.

Compartilhe