UAI


CSA vence, quebra 100% do Botafogo no segundo turno e sobe na Série B

Com apoio da torcida no Rei Pelé, Azulão faz 2 a 0 no alvinegro

23/09/2021 22:31
compartilhe
CSA aproveitou a volta da torcida ao Rei Pelé, em Maceió, e fez o dever de casa contra o Botafogo
foto: Augusto Oliveira/CSA

CSA aproveitou a volta da torcida ao Rei Pelé, em Maceió, e fez o dever de casa contra o Botafogo


O Botafogo viu cair os 100% de aproveitamento no segundo turno ao perder para o CSA por 2 a 0 na noite desta quinta-feira, no estádio Rei Pelé, pela 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O time carioca fez um jogo apático, evidenciado pelas falhas do goleiro Diego Loureiro.

Apesar do revés, o Botafogo, que vinha de cinco vitórias consecutivas, está na terceira posição, com 44 pontos, cinco do líder Coritiba. O CSA, por outro lado, subiu para o oitavo lugar, com 35.

Na próxima rodada, o CSA enfrenta o Cruzeiro no domingo, às 16h, na Arena Independência, em Belo Horizonte (MG). No domingo, às 18h15, o Botafogo recebe o Sampaio Corrêa, no Engenhão, no Rio.

O JOGO

Com apenas 23 anos, o goleiro Diego Loureiro sentiu a pressão de jogar com a camisa do Botafogo contra um adversário que colocou torcedores no Rei Pelé. O arqueiro não estava em uma noite inspirada, mostrou certo nervosismo no primeiro tempo e cometeu um erro capital na etapa complementar.

O goleiro pareceu estar desligado, deixou a bola escapar e saiu em algumas oportunidades equivocadamente do gol. Quando ele tentou sair jogando, se enrolou e deixou a bola nos pés de Marco Túlio. O atacante levantou a cabeça e deu um leve toque por cobertura de Diego Loureiro, que poderia ter feito a defesa, mas voltou a falhar e deixou a bola acabar no fundo das redes, aos nove minutos do segundo tempo.

Apesar dos erros, o goleiro chegou a fazer algumas defesas durante o primeiro tempo, em tentativas de Iury e Dellatorre. E Diego não era o único jogador em baixa. O Botafogo esteve apagado, muito diferente das últimas rodadas. No entanto, teve a melhor oportunidade nos primeiros 45 minutos. Diego Gonçalves, de cabeça, exigiu um milagre de Thiago Rodrigues.

No segundo tempo, Chay se mostrou mais participativo, mas o Botafogo encontrou muita dificuldade em passar pela marcação do CSA. O time alagoano buscou mais o gol e foi premiado com o chute de Marco Túlio, combinado com a falha de Diego Loureiro. Atrás do placar, o time carioca precisou se soltar e foi com tudo em busca do empate.

Enderson Moreira chegou a mexer, mas a tentativa foi toda por água abaixo no minuto seguinte. Aos 23, Geovane fez linda jogada pela direita e cruzou. Iury Castilho pegou de primeira e fez 2 a 0. O gol caiu como um balde de água fria no Botafogo, que tentou reagir, até mesmo com o veterano Rafael Moura, mas não teve forças para impedir o primeiro revés no segundo turno.

CSA 2 x 0 BOTAFOGO


CSA 
Thiago Rodrigues; Cristovam (Éverton Silva), Matheus Felipe, Lucão e Ernandes; Geovane, Yuri (Giva Santos) e Gabriel; Marco Túlio (Didira), Dellattorre (Bruno Mota) e Iury Castilho (Reinaldo)
Técnico: Mozart

BOTAFOGO
Diego Loureiro; Daniel Borges, Kanu, Gilvan e Carlinhos (Jonathan Silva); Luis Oyama, Barreto (Ricardinho) e Chay (Cesinha); Warley (Luiz Henrique), Rafael Navarro (Rafael Moura) e Diego Gonçalves
Técnico: Enderson Moreira

Local: Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data: quinta-feira, 23 de setembro
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
GOLS: Marco Túlio, aos 9, e Iury Castilho, aos 23min do 2ºT
Cartões amarelos: Ernandes (CSA); Kanu e Warley (Botafogo)


Compartilhe