UAI

2

CSA goleia Brasil de Pelotas, mas não consegue acesso para a elite em 2022

Azulão, do técnico Mozart, ex-Cruzeiro, faz a sua parte, mas triunfo do Avai na Ressacada impede retorno à Série A do próximo ano

28/11/2021 20:48
compartilhe
CSA goleia o Brasil de Pelotas, mas não consegue retornar à elite por causa do triunfo avaiano
foto: Augusto Oliveira/CSA

CSA goleia o Brasil de Pelotas, mas não consegue retornar à elite por causa do triunfo avaiano

 
Frustrando a sua torcida e uma impressionante arrancada na reta final da Série B do Brasileiro, o CSA não conseguiu selar o seu retorno à primeira divisão em 2022. Diante do Brasil de Pelotas, os alagoanos foram impiedosos e venceram por 4 a 0. A goleada, contudo, foi insuficiente para garantir o acesso. Com 62 pontos, o CSA terminou em quinto lugar, atrás do Avaí que atingiu os 64 pontos após a virada sobre o Sampaio Corrêa, por 2 a 1, na Ressacada.

Assim como em 2020, o CSA bate na trave pela segunda vez consecutiva na luta pelo acesso na Série B. Em 2019, após pôr fim a uma sequência de 32 anos longe da elite, o Azulão acabou em 18º e terminou retornando à segunda divisão. No ano passado, a exemplo da temporada atual, os alagoanos terminaram a Série B em 5º lugar, ficando sem o acesso.

O JOGO

O CSA fez valer o seu domínio e partiu para cima do Brasil-RS desde o início. Ainda nos minutos iniciais, Dellatorre perdeu grande chance após bola tocada por Marco Túlio. O gol azulino, contudo, não demorou a sair. Aos 15 minutos, Gabriel cobrou escanteio e Dellatorre desviou na trave. No rebote, Matheus Felipe foi oportunista e mandou para as redes.

Dez minutos depois, Dellatorre cabeceou cruzamento de Yuri e quase fez o segundo, parando em Marcelo. Quatro minutos depois, mais uma chance de ampliar: Marco Túlio sofreu pênalti de Leandro Camilo, mas, na cobrança, Dellatorre mandou na trave. Ainda assim, durante a primeira etapa, saíram mais dois gols.

Aos 34, Marco Túlio recebeu na direita e, em jogada individual, entrou livre na área para fazer o segundo. Nove minutos depois, ele tocou para Dellatorre dominar, girar e fazer o terceiro. Na volta dos vestiários, o ritmo do jogo caiu, mas o placar mudou. Aos 26, Iury Castilho aproveitou um pênalti, selou o placar final.

CSA 4 x 0 BRASIL DE PELOTAS


CSA 
Thiago Rodrigues; Éverton Silva (Silas), Matheus Felipe, Lucão e Ernandes; Geovane (Giva Santos), Yuri e Gabriel; Marco Túlio (Reinaldo), Dellatorre (Bruno Mota) e Iury Castilho (Renato Cajá)
Técnico: Mozart

BRASIL DE PELOTAS 
Marcelo; Oliveira, Leandro Camilo, Ícaro e Paulinho; Diego Gomes (Sousa), Bruno Matias e Patrick (Héverton); Gabriel Poveda (Vidal), Erison e Netto
Técnico: Jerson Testoni

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data: domingo, 28 de novembro 
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
GOLS:  Matheus Felipe, aos 15, Marco Túlio, aos 35, e Dellatorre, aos 43min do 1ºT. Iury Castilho, aos 26min do 2ºT
Cartões amarelos: Éverton Silva (CSA); Leandro Camilo e Erison (CSA)

Compartilhe