UAI

2

Governo britânico autoriza a venda do Chelsea por Abramovich

Ministra da Cultura, Meios de Comunicação e Esportes, Nadine Dorries anunciou a concessão da licença para a venda ao grupo liderado pelo americano Todd Boehly

25/05/2022 11:12
compartilhe
O bilionário Abramovich, alvo de sanções de Londres por causa da invasão russa na Ucrânia, colocou o Chelsea à venda em 2 de março
foto: Todd Boeh/AFP

O bilionário Abramovich, alvo de sanções de Londres por causa da invasão russa na Ucrânia, colocou o Chelsea à venda em 2 de março

O governo britânico autorizou, nesta quarta-feira (25), a venda do clube de futebol Chelsea, propriedade do oligarca russo Roman Abramovich, para um grupo liderado pelo norte-americano Todd Boehly, anunciou a ministra dos Esportes.



"À noite, o governo concedeu uma licença que permite a venda do Chelsea. Devido às sanções que impomos a pessoas próximas de (o presidente russo Vladimir) Putin e à sangrenta invasão da Ucrânia, o futuro a longo prazo do clube só pode ser garantido com um novo proprietário", afirmou a ministra britânica da Cultura, Meios de Comunicação e Esportes, Nadine Dorries, no Twitter.

A Premier League aprovou na terça-feira a compra do Chelsea pelo grupo dirigido pelo empresário Todd Boehly, que fez no dia 7 de maio uma oferta de 4,25 bilhões de libras (R$ 25,67 bilhões, na cotação atual) pela aquisição do clube londrino.

Os Blues estão no olho do furacão desde o início da invasão russa à Ucrânia.

O bilionário Abramovich, alvo de sanções de Londres, colocou o Chelsea à venda no dia 2 de março, insistindo que não solicitaria o reembolso dos empréstimos contraídos pelo clube ao longo dos seus 19 anos à frente do mesmo, e que todos os lucros da operação iriam para as vítimas da guerra.

"Estamos convencidos de que o lucro da venda não beneficiará Roman Abramovich ou outras pessoas sob sanções. Quero agradecer a todos, em particular as pessoas que trabalharam sem descanso para que o clube continue jogando e para concluir esta venda, protegendo os torcedores e a comunidade do futebol em geral", disse a ministra.

Abramovich comprou o Chelsea em 2003 por 140 milhões de libras.

Compartilhe