UAI

2

Senado francês inocenta ingleses por incidentes na final da Champions

Relatório concluiu que "falhas" das autoridades e da polícia de Paris foram determinantes para a confusão antes de Real Madrid x Liverpool, no Stade de France

13/07/2022 13:28
compartilhe
Torcedores sem ingresso pularam as grades do Stade de France enquanto outros, que tinham bilhetes, não conseguiram entrar
foto: Reprodução

Torcedores sem ingresso pularam as grades do Stade de France enquanto outros, que tinham bilhetes, não conseguiram entrar

Os incidentes na final da Liga dos Campeões da Europa entre Liverpool e Real Madrid em 28 de maio em Paris não tiveram relação com os torcedores do time inglês nos arredores do Stade de France, estimou o Senado da França.



Na apresentação da conclusão de seu relatório, Laurent Lafon, presidente da Comissão de Cultura do Senado, e o presidente da Comissão de Leis, François Noël Buffet, enfatizaram as "falhas" das autoridades e da polícia de Paris.




Darmanin, que rapidamente incriminou os torcedores ingleses do Liverpool e depois se desculpou, afirmou em sua audiência perante os senadores que cerca de 35 mil pessoas com ingressos falsos ou sem bilhetes foram ao Stade de France.

O evento, que seria um teste a pouco mais de um ano da Copa do Mundo de Rugby e para os Jogos Olímpicos de 2024, se tornou um pesadelo para a polícia e o governo.


Confusão antes de Real x Liverpool

Torcedores sem ingresso pularam as grades do estádio enquanto outros, que tinham bilhetes, não conseguiram entrar.

Policiais usaram gás lacrimogêneo contra várias famílias, que além disso foram vítimas de roubos e agressões cometidos por criminosos oportunistas.

O relatório do Senado defende uma série de medidas, entre elas a "obrigação dos operadores" de guardar as imagens das câmeras de vigilância "durante o prazo legal de um mês" e "tornar obrigatório o uso de ingressos não falsificáveis".

Para Lafon, "em nenhum caso a gestão inadequada da bilheteria pode ser considerada como a única causa dos incidentes".

O Real Madrid ergueu o trodféu da Liga dos Campeões da Europa pela 14ª vez em sua história ao bater o Liverpool por 1 a 0, gol do brasileiro Vinícius Júnior.


Compartilhe