FUTEBOL NA PANDEMIA

PBH libera 30% de público em jogos de América, Atlético e Cruzeiro

Medida contará com uma série de exigências e depende de liberação das confederações; entenda detalhes

postado em 27/07/2021 16:00 / atualizado em 27/07/2021 19:47

(Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)


A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) anunciou, nesta terça-feira (27), o retorno do público aos estádios para partidas de futebol na capital mineira. Com indicadores da COVID-19 em queda na cidade, o prefeito Alexandre Kalil (PSD) se reuniu com dirigentes de América, Atlético e Cruzeiro e definiu a volta de até 30% dos torcedores aos eventos do principal esporte do país.
 
A diretriz abre possibilidade para a presença de 30% da capacidade, com torcida única dos mandantes. Haverá exigência de teste PCR ou teste rápido de 72 horas (disponível nas farmácias) - em ambos os casos, com laudos que apresentem identificação dos técnicos responsáveis pelo exame.
 
"A falsificação de resultados de exame é crime e será contemplada como tal. É muito importante que seja o resultado de exame de um laboratório confiável", afirmou Jackson Machado Pinto, secretário municipal de Saúde.
 
 
 
Para entrar no estádio, o torcedor terá que apresentar ingresso (comprado com antecedência via internet), além do teste negativo para COVID-19. As forças de segurança da capital montarão operações para coibir aglomeração no entorno dos estádios. "Se der certo, à medida que as condições permitirem, haverá expansão do público", afirmou Jackson.  
 
A PBH realizará um evento-teste na cidade, no "primeiro jogo que tiver possibilidade", nas palavras do próprio Jackson. "Os clubes vão se entender com a confederação e ver quem vai fazer o primeiro teste", garantiu. Por enquanto, a CBF ainda não autorizou jogos com público nas Séries A e B do Brasileiro. Já a Conmenol autorizou partidas com torcida nas Copas Libertadores e Sul-Americana.
 
Maria Fernandes Caldas, secretária municipal de Política Urbana, endossou a importância do cumprimento das medidas de prevenção contra a COVID-19. "Se todo mundo fizer a sua parte, a probablidade de a flexibilização funcionar bem é muito maior", afirmou.
 
Segundo Maria, não há dúvidas de que a liberação de 30% garante o distanciamento nos estádios. Ela pede atenção às regras sanitárias na entrada e na saída.
 
 

Entidades do futebol 

 
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pretende, em regime experimental, liberar público nos jogos das quartas de final da Copa do Brasil, a partir de 25 de agosto. A informação foi antecipada pelo Uol. O Atlético é o único representante mineiro na competição e precisa eliminar o Bahia, nas oitavas, para alcançar as quartas.
 
Por outro lado, a Conmebol liberou, em 11 de julho, a presença de público nos estádios em jogos da Libertadores e também da Copa Sul-Americana. No entanto, a autorização para volta dos torcedores às arenas depende também dos municípios que recebem duelos das equipes participantes.
 

Diretrizes para retorno do público em BH

 
  • Uso obrigatório de máscaras;
  • Exigência de teste PCR ou teste rápido de 72 horas negativo;
  • Um assento lateral e um assento frontal de distância entre torcedores;
  • Sem limitação de idades, mas há recomendação para que grávidas não compareçam;
  • Venda de ingressos apenas pela internet;
  • Nome e telefone de todos os compradores deverão ser fornecidos;
  • Todos os portões dos estádios deverão ser abertos;
  • Não haverá transporte público especial para os estádios;
  • Não haverá venda de bebida alcoólica nos estádios;
  • Torcedores vacinados com a segunda dose ou dose única não terão liberação para acessar ao estádio, a não ser que tenham teste PCR negativo
 

Primeiro duelo com público

 
A tendência é que o duelo entre Atlético e River Plate, da Argentina, em 18 de agosto, seja o primeiro jogo com torcedores neste retorno em Belo Horizonte. A partida, que marcará o jogo de volta das quartas de final da Libertadores, será realizada no Mineirão.
 

Diretrizes do Mineirão

 
Em entrevista concedida nesta terça-feira (27), Samuel Lloyd, diretor do Mineirão, falou sobre a possibilidade de voltar a receber público no principal palco do futebol mineiro.
 
"Saímos desta reunião com muita alegria de saber que podemos receber novamente o público no estádio. Obviamente, vamos precisar da colaboração do torcedor. Estamos falando de eventos-teste, ou seja, para que a gente tenha 40, 50, 60% de público no estádio, vamos precisar da colaboração do torcedor que irá nestes 30%", afirmou.
 
(Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
 
 
"Vamos preparar todos os protocolos, trabalhar muito na comunicação, para que as pessoas não tenham dúvidas de como devem proceder, qual a forma para manter o distanciamento, para que a partida seja bem sucedida", completou.
 
Por fim, Lloyd detalhou alguns dos principais pontos referentes ao protocolo adotado no Mineirão durante estes testes para a volta do público. 
 
  • Venda de ingressos on-line;
  • Obrigatória apresentação de testes - mesmo para os que estiverem 100% imunizados;
  • Venda máxima de quatro ingressos por pessoa;
  • Todos os setores liberados;
  • Recomendação para que o público chegue com antecedência;
  • Bares abertos (sem venda de bebida alcoólica) 

Tags: futebol estadios publico belo horizonte minas gerais americamg atleticomg cruzeiroec interiormg futnacional