UAI


Em Porto Alegre, Internacional vence o Bahia e encosta no G6 do Brasileirão

Colorado faz dever de casa e se mantém perto da vaga na Libertadores

26/09/2021 19:05
compartilhe
 
Internacional não deu chance ao Bahia e fez o dever de casa no Beira-Rio
foto: Ricardo Duarte/Internacional

Internacional não deu chance ao Bahia e fez o dever de casa no Beira-Rio

Ainda sem mostrar um futebol bonito e envolvente, o Internacional continua se recuperando no Campeonato Brasileiro. Neste domingo venceu o Bahia por 2 a 0, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 22.ª rodada. Os gols foram marcados de cabeça por Yuri Alberto e Rodrigo Lindoso, um em cada tempo.

Sem perder há oito jogos, com três empates e cinco vitórias, o Internacional agora soma 32 pontos e aparece já em sétimo lugar, perto do bloco de clubes (G6) que sonha com vaga na Copa Libertadores de 2022. O Bahia cai para a zona de rebaixamento, com 23 pontos, tentando sair da crise gerada por atrasos salariais e a decisão dos jogadores de não se concentrarem, nem dar entrevistas.

No outro fim de semana, pela 23.ª rodada, o Internacional vai enfrentar o Atlético, no sábado, às 21h, no  Mineirão, em Belo Horizonte. Na mesma noite, porém a partir das 19h, o Bahia vai receber o Ceará.



O JOGO

O time gaúcho teve mais presença em campo, dominando as ações, porém muito deficiente nas finalizações. Armado pelo técnico uruguaio Diego Aguirre no esquema 4-5-1, o Internacional parecia depender de alguma jogada isolada para fazer seu gol. Foi o que aconteceu aos 38 minutos, quando Edenilson cobrou escanteio pelo lado direito e Yuri Alberto apareceu na pequena área para desviar de cabeça e abrir o placar.

O Bahia foi montado pelo argentino Diego Dabove no esquema 4-3-3, aparentemente ofensivo. Mas com a defesa bem protegida, dificultando as penetrações do adversário. De outro lado, era lento para sair da defesa até o ataque. Para complicar, logo aos oito minutos perdeu o meia Rodriguinho machucado, reclamando de uma pancada na costela. Ele foi substituído pelo atacante Gilberto. O time tricolor baiano passou o primeiro tempo sem chutar uma vez com perigo.

Apesar do esforço, o Bahia não conseguiu ganhar espaço no início do segundo tempo. Mesmo sem marcar a saída de bola, o Internacional conseguia manter o rival no seu campo defensivo, portanto bem longe do seu gol.

A principal chance baiana aconteceu aos 23 minutos em uma cabeçada de Gilberto, que exigiu grande defesa de Daniel. O goleiro subiu de mão trocada e, no alto, mandou para escanteio por cima do travessão.

Cinco minutos depois, o Internacional ampliou o placar. Victor Cuesta desceu pelo lado esquerdo e levantou no meio da área, onde Rodrigo Lindoso testou com consciência, mandando a bola no canto direito do goleiro Matheus Claus. Com 2 a 0, o time gaúcho passou a administrar a vantagem diante de um adversário perdido em campo.

INTERNACIONAL 2 x 0 BAHIA


INTERNACIONAL
Daniel; Heitor (Gustavo Maia), Bruno Méndez, Victor Cuesta e Paulo Victor; Rodrigo Dourado, Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick (Maurício) e Taison (Paolo Guerrero); Yuri Alberto (Palacios)
Técnico: Diego Aguirre

BAHIA
Matheus Claus; Nino Paraíba, Lucas Fonseca (Gustavo Henrique), Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Edson (Patrick de Lucca), Lucas Mugni e Rodriguinho (Gilberto); Óscar Ruiz (Thonny Anderson), Rodallega e Isnaldo (Matheus Galdezano)
Técnico: Diego Dabove

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: domingo, 26 de setembro
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
GOLS: Yuri Alberto, aos 38min do 1ºT; Rodrigo Dourado, aos 28min do 2ºT
Cartões amarelos: Heitor e Victor Cuesta (Internacional); Lucas Mugni e Gilberto (Bahia)

Compartilhe