UAI

2

Edenilson, do Internacional, acusa Rafael Ramos, do Corinthians, de racismo

Volante do Colorado acusou lateral-direito do time paulista de chamá-lo de macaco durante o jogo desta noite pelo Campeonato Brasileiro

14/05/2022 22:22
compartilhe

O empate por 2 a 2 entre Internacional e Corinthians, na noite deste sábado, no Beira-Rio, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, ficou marcado por um possível caso de racismo. Edenilson acusou o lateral-direito português Rafael Ramos de tê-lo chamado de macaco.



O centroavante Jô, único que falou na saída de campo, revelou o que foi conversado com o companheiro de equipe. "Ele acusou o Rafa de racismo, mas ele disse que não teve, que usou uma palavra em português de Portugal que é diferente, não sei pronunciar, não sei qual a palavra, mas ele disse que não teve racismo", iniciou o jogador ao canal Premiere.

"Todo mundo ficou confuso, tanto que o jogo prosseguiu. Agora vamos ver o que aconteceu. Parecia (a palavra macaco), mas a gente não sabe o que aconteceu, não podemos também acusar alguém se não tem a certeza", complementou.

Para além da séria acusação, Jô foi autor do segundo gol alvinegro, de empate. Ele comemorou o tento e também o ponto conquistado fora de casa.

"Importantíssimo, a gente sabe das dificuldades do Campeonato Brasileiro, jogar aqui é bem complicado, joguei aqui, sei como é. Determinação, saímos atrás do placar, tomamos o segundo gol e, com muita determinação, conseguimos o empate. É também para se comemorar, porque não perder fora de casa já é uma grande vantagem", finalizou.

Na próxima rodada, o Alvinegro recebe o São Paulo no primeiro Majestoso disputado na Neo Química Arena em 2022, no domingo, às 16h (de Brasília). Antes do compromisso do Brasileirão, porém, o Timão visita o Boca Juniors, na terça, pela Libertadores, na Bombonera.

Compartilhe