UAI


Náutico vence Operário fora de casa e encerra sequência negativa na Série B

Timbu ganhou de virada por 2 a 1 e assumiu a nona posição, com 38 pontos

01/10/2021 23:50 / atualizado em 02/10/2021 00:06
compartilhe
Operário perdeu de virada para o Náutico: 2 a 1
foto: André Jonsson/OFEC

Operário perdeu de virada para o Náutico: 2 a 1

Após sete jogos, o Náutico enfim voltou a vencer na noite desta sexta-feira, quando visitou o Operário e venceu, de virada, por 2 a 1, no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa (PR), na abertura da 28ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O resultado também encerrou uma sequência de cinco derrotas consecutivas do Náutico, que chegou a liderar o campeonato por 14 rodadas. O time pernambucano ganhou duas posições e assumiu a nona posição, com 38 pontos ganhos. Este também foi o terceiro jogo sob o comando de Hélio dos Anjos, que saiu de forma estranha e retornou recentemente ao clube.

Já o Operário, que nesta sexta confirmou a contratação do técnico Ricardo Catalá (ex-São Bernardo-SP), chegou ao oitavo jogo sem vitória no campeonato e está cada vez mais próximo do Z4 - zona do descenso. O time é o 12º colocado, com 34 pontos.

O primeiro tempo teve o Operário pressionando o Náutico e criando as melhores chances. Aos 13, Djalma Silva cobrou falta e o goleiro Anderson rebateu para o meio da área. Alex Silva finalizou no rebote e acertou a trave do time pernambucano.

O Náutico até conseguiu equilibrar as ações, mas foi o Operário que abriu o placar. Aos 25, novamente Djalma Silva cobrou falta com força, mas desta vez a bola desviou no lateral Hereda e complicou o goleiro Anderson, que foi buscar a bola no fundo das redes.

Com a vantagem no placar, o Operário controlou a partida e manteve o resultado parcial até o intervalo. No segundo tempo, logo aos sete minutos, Alanzinho aproveitou sobra na entrada da área e finalizou forte, acertando o travessão do goleiro Anderson, quase marcando o segundo gol do alvinegro.

Aos 25, os paranaenses voltaram a assustar o Náutico em finalização perigosa de Marcelo e que o goleiro Anderson se esticou todo para defender e mandar para escanteio. Pouco tempo depois, o zagueiro Rodolfo Filemon sofreu grave lesão no braço ao cair de mal jeito no gramado. Ele precisou sair de ambulância do estádio.

O que ninguém esperava era uma reação relâmpago do Náutico na partida. Aos 33, Alex Silva recuou errado e o goleiro Thiago Braga fez pênalti em Murillo. Vinicius foi para a cobrança aos 39 minutos e não desperdiçou, empatando a partida.

No minuto seguinte, quando o Operário ainda digeria a igualdade, o Náutico encontrou o segundo gol. Júnior Tavares cruzou da esquerda e encontrou Caio Dantas, que apareceu entre os marcadores e completou para as redes, dando números finais ao confronto.

O Operário volta a campo na quarta-feira, quando visitará o Brasil-RS, às 16 horas, no Bento Freitas, em Pelotas (RS). Já o Náutico enfrentará o Goiás na terça-feira, às 21h30, nos Aflitos, em Recife (PE).

OPERÁRIO 1 X 2 NÁUTICO


OPERÁRIO
Thiago Braga; Alex Silva, Rodolfo Filemon (Odivan), Reniê e Djalma Silva (Fabiano); Leandro Vilela, Marcelo, Alanzinho, Rafael Longuine (Matheus Alemão) e Rafael Oller (Rodrigo Pimpão); Paulo Sérgio (Douglas Coutinho)
Técnico: Leandro Niehues

NÁUTICO
Anderson; Hereda, Rafael Ribeiro, Camutanga e Júnior Tavares; Matheus Jesus (Murillo), Matheus Trindade (Marciel) e Rhaldney; Jaílson (Djavan), Álvaro (Caio Dantas) e Vinicius
Técnico: Hélio dos Anjos

GOLS - Djalma Silva, aos 25 minutos do primeiro tempo. Vinicius, aos 39; e Caio Dantas, aos 40 minutos do segundo tempo

ÁRBITRA - Edina Alves Batista (SP)

CARTÕES AMARELOS - Thiago Braga, Rodolfo Filemon e Rodrigo Pimpão (Operário); Camutanga (Náutico)

PÚBLICO E RENDA - Não divulgados

LOCAL - Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa (PR)

Compartilhe