UAI


Abel elogia Atlético, mas comete gafe e chama Galo de 'América Mineiro'

Técnico do Palmeiras confundiu nome do adversário que eliminou da semifinal da Copa Libertadores nesta terça-feira

29/09/2021 00:15 / atualizado em 29/09/2021 00:41
compartilhe
Abel Ferreira durante o empate entre Palmeiras e Atlético no Mineirão
foto: Cesar Greco/Palmeiras

Abel Ferreira durante o empate entre Palmeiras e Atlético no Mineirão

Técnico do Palmeiras, Abel Ferreira dedicou parte do início da entrevista coletiva desta terça-feira, no Mineirão, para rasgar elogios ao Atlético - adversário que eliminou na semifinal da Copa Libertadores com o empate por 1 a 1. O treinador, porém, cometeu uma gafe e chamou o Galo de 'América Mineiro'.

 

Inicialmente, Abel dedicou a classificação aos jogadores que comanda. "Eu gostaria que minhas primeiras palavras fossem para os meus jogadores, porque é com eles com quem eu trabalho, é com eles com quem eu sofro e é neles que eu confio. Já disse a eles que eu não os abandonarei até o final deste ano. Recusei três propostas para ficar aqui com eles, porque acreditava e havia trabalho a fazer. Portanto, a minha primeira palavra é para eles", disse.

Em seguida, começou a falar do Atlético. "A segunda é para o nosso grande rival e grande adversário América Mineiro. Tem um grande treinador, uma grande equipe. No final, quando apontei para a câmera, não foi para nenhum jogador, que fique claro, do Atlético Mineiro ou o seu treinador. É porque eu tenho um vizinho que mora no meu prédio que é um chato. Foi diretamente para o meu vizinho, para ele estar calado, porque quem manda em minha casa... O que se passa em minha casa sou eu que sei, não é ele", afirmou o treinador português.


Em outro momento da entrevista coletiva, Abel voltou a elogiar o adversário. "Fomos a única equipe das quatro semifinalistas do ano passado que chegou à semifinal. Volto a referir: contra um grande rival, com grandes jogadores, um grande treinador - um dos melhores treinadores brasileiros, o Cuca - com mais títulos do que eu. Portanto, foi uma vitória, na minha opinião, de uma equipe mais inteligente, mais organizada e que, com toda justiça, merece estar mais uma vez a disputar uma final", afirmou.



Compartilhe