UAI

2

Palmeiras tem seis jogadores com contratos que vencem até o final de 2022

Dentre esses atletas, apenas dois são titular com Abel Ferreira

03/01/2022 08:05
compartilhe
Gestão encabeçada por Leila Pereira deverá consultar a comissão técnica para definir se o clube deve avançar nas tratativas pela renovação dos vínculos
foto: Cesar Greco/Palmeiras

Gestão encabeçada por Leila Pereira deverá consultar a comissão técnica para definir se o clube deve avançar nas tratativas pela renovação dos vínculos


Grande parte do elenco do Palmeiras tem vínculo com o clube por muitos anos, mas o mesmo não pode ser dito para os seis jogadores que têm contrato com o Verdão até, no máximo, o final de 2022.



O lateral direito Marcos Rocha, o lateral esquerdo Victor Luis, o meio-campista Gustavo Scarpa e os atacantes Deyverson e Luan Silva são os atletas de longa data que se enquadram nesse cenário. Fecha a lista o goleiro Marcelo Lomba, que foi oficializado como reforço na reta final de 2021 e assinou vínculo até o fim da próxima temporada.

Dentre esses jogadores, apenas Marcos Rocha e Gustavo Scarpa foram titulares na equipe de Abel Ferreira. Os dois têm contrato válido com o Palmeiras até o final de 2022, e a gestão encabeçada por Leila Pereira deverá consultar a comissão técnica para definir se o clube deve avançar nas tratativas pela renovação dos vínculos.

O caso de Deyverson é o mais urgente. Afinal, o centroavante está ligado ao Verdão até o fim de junho e, portanto, ficou livre para assinar um pré-contrato com outro clube desde o primeiro dia de janeiro. O centroavante terminou a temporada passada em alta, marcando o gol do título da Libertadores, mas a renovação de seu vínculo não é certa.

O atacante Luan Silva teve o seu contrato estendido até o final de março, porém não deve seguir no Palmeiras. A renovação apenas aconteceu devido à determinação de que um jogador não pode ficar sem vínculo em meio ao tratamento de uma lesão. O atleta de 22 anos já passou por três cirurgias no joelho esquerdo.

Victor Luis tem contrato com o clube palestrino válido até o fim de 2022, e a renovação de seu vínculo é incerta. O lateral perdeu espaço nos últimos meses, desde que Piquerez e Jorge foram contratados para a posição.

Compartilhe