Santos

MERCADO DA BOLA

Na mira do Atlético, Eduardo Sasha tem rescisão liminar com o Santos revogada por juiz

Magistrado voltou atrás e afirmou ser suspeito para julgar o caso

postado em 01/08/2020 19:27 / atualizado em 01/08/2020 20:17

(Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Na mira do Atlético, o atacante Eduardo Sasha teve a rescisão liminar de contrato com o Santos revogada neste sábado. O juiz Carlos Ney Pereira Gurgel voltou atrás na decisão que liberava o jogador do Peixe e afirmou ser suspeito para julgar o caso.

“Neste ato, para que se preserve a legitimidade das decisões judiciais, bem como para que não paire dúvidas quanto à lisura do presente processo, revogo a decisão ID 1c116b8 e me dou por suspeito por motivo de foro íntimo, na forma do art. 145, §1º do CPC”, diz o despacho.

O magistrado mudou de ideia depois que torcedores santistas compartilharam nas redes sociais fotos dele com a camisa do Atlético, encontradas no perfil pessoal no Facebook.

Natural de Timóteo, município mineiro distante 196 quilômetros de Belo Horizonte, Carlos Gurgel, de 39 anos, tomou posse como Juiz do Trabalho há pouco mais de um ano, em 4 de abril de 2019. Antes, atuou como advogado e assessor jurídico do Banco do Brasil.

A concessão da liminar a Sasha na sexta-feira revoltou a diretoria do Santos, que via o caso do atacante semelhante ao do goleiro Everson, cujo pedido de tutela antecipada foi recusado pelo juiz Wildner Izzi Panchieri no dia 19 de julho. 

Quanto à situação de Eduardo, outro magistrado avaliará o pedido e definirá se o atleta será ou não liberado para seguir sua carreira em outro clube. O processo dele corre na 6ª Vara do Trabalho de Santos e tem valor total de R$ 15.532.467,50.

A Justiça derrubou o sigilo da ação ajuizada por Sasha, que pleiteia rescisão indireta em razão de atrasos em salários, direitos de imagem, FGTS e férias. Ele também questionou um corte salarial de 70% efetuado pela diretoria do Santos.

Atlético quer Sasha


O Atlético aguarda os desdobramentos do litígio entre Santos e Eduardo Sasha, pois estava em conversas com o estafe do jogador, que também recebeu sondagens dos Emirados Árabes Unidos.

O interesse do Galo na contratação se dá pela aprovação do técnico Jorge Sampaoli, que gostou da evolução do centroavante de 28 anos no período em que treinou o Santos, em 2019.

O comandante argentino chegou a incluí-lo em uma lista de dispensas, porém admitiu o equívoco na avaliação em várias entrevistas. Um dos elogios foi dado após a vitória do Peixe sobre o Fluminense, por 2 a 1, na Vila Belmiro, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Sasha fez um gol no duelo.

“Sasha teve grandes dois jogos. Vinha treinando bem, custou um pouco no começo a forma de treinar e entender o jogo de posse, mas hoje nos dá muita satisfação. Mais do que o gol, nos coloca de frente, é generoso, pressiona. Nos ajuda muito", disse Sampaoli.

“O Sasha fez uma partida posicional incrível. Nos deixa feliz que o Sasha tenha feito isso, nos faz pensar que erramos em não dar mais partidas para ele”, complementou.

No Brasileiro de 2019, do qual o Santos foi vice-campeão, com 74 pontos - o Flamengo faturou o título ao somar 90 -, Eduardo Sasha disputou 37 partidas, marcou 14 gols e deu três assistências.

Este ano, com o português Jesualdo Ferreira à frente da equipe, o centroavante fez dois gols em oito jogos pelo Campeonato Paulista, além de passar em branco nas duas apresentações pela Copa Libertadores.

Tags: atacante Atlético interiormg futnacional centroavante seriea santossp Eduardo Sasha