Santos

SANTOS

Sampaoli se irrita, despista sobre futuro no Santos e reclama de 'vergonha' em Fortaleza

Argentino ficou revoltado com 'bolas murchas' no estádio

postado em 28/11/2019 23:46 / atualizado em 29/11/2019 00:25

(Foto: Ivan Storti/Santos)
Jorge Sampaoli concedeu uma entrevista coletiva no “modo pistola” após a derrota do Santos por 2 a 1 para o Fortaleza na noite desta quinta-feira, no Castelão, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na primeira pergunta, ele interrompeu o repórter durante fala sobre as escolhas de Sampaoli: Luan Peres na lateral, depois Diego Pituca e por fim Felipe Jonatan.

“Você está me contando do jogo? Me pergunte… Coloquei o primeiro Luan, depois Pituca e depois Felipe Jonatan. Isso se responde sozinho”, disse o técnico.



No segundo questionamento, despistou sobre o futuro no Peixe e reclamou da “vergonha do século passado” com as bolas murchas no estádio.

“Expliquei mil milhões de vezes. Penso em ganhar cada jogo. Hoje se escapou resultado em cenário difícil, perdemos sem merecer. Parecia jogo do século passado, murcharam bolas. Uma vergonha. É como atrasar o jogo em 50 ou 100 anos”, disse Sampaoli, antes de interromper mais pergunta, dessa vez sobre a ausência de Jorge, cortado por “incômodo no joelho direito. “Não está em condições. Se estiver recuperado, sim (joga). Hoje não está em condições”, afirmou.



Na sequência, o suposto interesse do Palmeiras foi levado em pauta. E mais uma resposta seca do argentino.

“Especulações midiáticas. Não falaria com nenhum clube estando nessa instituição”, concluiu.

O Santos volta a campo para enfrentar a Chapecoense, domingo, na Vila Belmiro, pela 36ª rodada do Brasileirão. O Peixe é o segundo colocado.

Tags: santos argentino fortaleza sampaoli seriea